Novidade!

Por que um dos lugares habitados mais antigos do mundo ficará debaixo d'água em alguns meses

Povoado tem patrimônio arquitetônico e cultural de mais de 12 mil anos, mas seu destino contempla somente mais alguns meses de vida: ele está no meio de um projeto de represas na Turquia.

Calma antes da tormenta: um homem descansa nas margens do rio Tigre, enquanto as águas sobem lentamente para submergir seu povoado — Foto: Getty/ BBC

Por BBC 


Hasankeyf já assistiu em seus cerca de 12 mil anos de vida à passagem dos impérios Bizantino e Otomano e, hoje, faz parte do território da Turquia. Por sua longa existência, trata-se de um dos povoados habitados mais antigos do mundo.

Mas tudo deverá ir água abaixo, literalmente, nos próximos meses. E não por conta das mudanças climáticas ou algo do tipo. Depois de décadas de planejamento e anos de resistência dos moradores, o governo turco começará a inundar o lugar, cuja história é inscrita em cavernas, tumbas e templos antigos, para torná-lo uma grande represa.



O reservatório de Ilisu faz parte de um plano do governo criado em 1970 com o objetivo de desenvolver o sudeste da Turquia, buscando ajustar a desigualdade desta parte do país em comparação com outras regiões e, também, reduzir a dependência das importações de energia. O projeto inclui ao todo cerca de 20 barragens e 19 usinas hidrelétricas.

Mas o custo é alto e não apenas financeiro. Mais de 70 mil pessoas serão desalojadas e tesouros arquitetônicos preservados por séculos ficarão debaixo d'água.

Milenar Hasankeyf deverá ficar submersa nos próximos meses — Foto: Getty/ BBC

Quem mora em Hasankeyf?

O governo havida definido outubro como prazo para a inundação, então os moradores de Hasankeyf sabem que as águas começarão a subir a qualquer momento, de uma hora para outra.

Alguns que negociaram a mudança para uma nova casa já começaram a ir para os assentamentos — apesar de nem todos terem sido contemplados com isso.

O projeto sofreu uma forte rejeição dos moradores, mas também de arqueólogos, historiadores, ambientalistas e defensores deste patrimônio cultural que se encontra às margens do rio Tigre.


O movimento para interromper a construção da represa teve uma vitória quando as instituições europeias que financiavam o projeto retiraram seus fundos.

Mas, um ano depois, os bancos turcos concederam milhões de dólares em empréstimos ao governo e o projeto foi adiante.

A remoção de milhares de famílias também gerou grande indignação, refletida nas redes sociais pela hashtag #SaveHasankeyf.

Protestos contra a intervenção também vieram de outras partes do país. Can Dozdar Aydın, de 10 anos, viajou de Istambul com a mãe para pedir que a cidade não fosse destruída.

A maioria das famílias que agora estão desabrigadas é de origem curda e cristã árabe — os primeiros, que sofrem intensa discriminação na Turquia, veem o desaparecimento de seu povoado sob as águas como um sinal de rejeição.

O governo construiu uma vila chamada Nova Hasenkeyf, em uma área mais alta, mas dificilmente o turismo, atraído por ser um dos povoados mais antigos do mundo, continuará em sua nova versão.

Diante dos recorrentes protestos contra a perda do patrimônio cultural, o governo gastou grandes somas de dinheiro levando enormes peças arqueológicas para áreas seguras — como uma tumba do século 15 e a estrutura de uma mesquita. Alguns estarão na nova cidade e outros serão exibidos em um museu.
 
Uma das maiores atrações turísticas do povoado hoje, uma fortaleza romana, permanecerá visível acima da água, mas outros pontos frequentemente visitados pelos turistas ficarão submersos.

Apesar da resistência dos moradores e até na cena internacional, fontes do governo afirmam que as águas começarão a inundar Hasankeyf até o final do ano e que a barragem poderá gerar energia já em fevereiro de 2020.


Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Bandido armado assalta comércio no Jardim Santo Antônio em Conchal. O crime aconteceu nesta sexta-feira (18). Câmeras de segurança flagraram toda a ação do criminoso. Assista vídeo...

Prefeitura de Conchal faz aquisição histórica de tomógrafo – A cidade entra para lista dos pouquíssimos municípios do Estado de SP, com menos de 30 mil habitantes, a possuir o próprio equipamento na rede pública

Indivíduo que traficava há 2 semanas é preso no Parque Industrial em Conchal

Partidários escolhem Eliane Moretti para vice do pré-candidato a prefeito Capitão Pedro Maiochi (Podemos)

Idosa flagrada dirigindo cadeira de carrinho elétrico em rodovia só queria dar um abraço na filha em Limeira, SP

Força Tática retira drogas de circulação com prisão de traficante denunciado pela população em Leme, SP

Auxílio de R$ 300: nem todos vão receber as quatro parcelas; entenda

SP pode registrar ‘chuva preta’ com chegada de fumaça do Pantanal nesta semana

Cerca de 15 carros aparecem em pedreira desativada após diminuição do nível de água

Detran.SP oferece documento de licenciamento do veículo 100% digital

Todas as Publicações

Mostrar mais