Novidade!

Mulher denuncia ex após ser exposta na web e ele justifica: 'Eu fui traído'



Uma mulher de 50 anos procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência contra o ex-namorado após ser difamada e ameaçada pelas redes sociais. Ao G1, a vítima, que prefere não se identificar, disse que passou a ser exposta e chantageada após resolver se separar dele. Já o homem afirma que agiu dessa forma porque foi traído por ela.

A mulher relata que, em abril do ano passado, foi morar em Guarujá, no litoral paulista, com o ex-companheiro. Os dois se conheceram pela internet e após três meses passaram a viver juntos. Ela diz que ao chegar na cidade, passou a ser ameaçada por ele e era impedida de sair de casa. Então após alguns meses, voltou para sua cidade natal, no Estado do Mato Grosso do Sul.



"Mas chegando lá, ele me ameaçava, dizia que tinha vídeo íntimo nosso e iria divulgar, então resolvi voltar. Quando pensei que tudo iria ficar normal, ficou pior ainda, então não teve jeito, fiquei mais quatro meses e fui embora", conta.

Após o retorno, a vítima afirma que continuou a ser ameaçada devido aos vídeos e fotos íntimas, o que fez com que ela retornasse de novo para Guarujá. "Mas a tortura piorou, não podia trabalhar, sair de casa, era prisioneira. Depois acabei conseguindo um trabalho e me mudei. Por isso, ele colocou um vídeo íntimo meu em uma plataforma de vídeos, junto com o meu WhatsApp. Muitas pessoas ligaram perguntando se eu fazia programa. Mandou para pastora da igreja que eu frequentava fotos minhas, eu tenho todas as provas", diz. Os vídeos mostram o rosto da mulher e não identificam o ex-companheiro.



Em maio, a vítima já havia registrado boletim de ocorrência contra o autor, por violência doméstica, difamação e ameaça, na Delegacia de Defesa da Mulher de Guarujá. Nesta quinta-feira (16), ela registrou um novo boletim on-line, que ainda segue sob aprovação no site da Delegacia Eletrônica.

Na rede social pessoal do homem, ele postou fotos da ex-companheira e publicou textos a ofendendo e xingando. "Está sendo muito difícil, o que ele fez foi um dano irreversível. Ele mandou os vídeos íntimos também para as minhas filhas e até minha neta viu, porque estava jogando no celular na hora. Ele me liga todo dia me ameaçando de morte", afirma.



"Traição"

Procurado pelo G1, o ex-companheiro da vítima afirmou que agiu dessa forma, publicando a difamação nas redes sociais, porque descobriu que havia sido traído. De acordo com o homem, ele tinha a senha das redes sociais da vítima e encontrou troca de mensagens dela com outro rapaz.

Sobre a publicação dos vídeos e fotos íntimas, ele nega. "Mandei apenas para ela esse vídeo. Isso de compartilhar é mentira. Ela fala que traição não é virtual, é carnal, mas eu já acho ao contrário, acredito que seja carnal e virtual", diz.



A ex-companheira nega as traições. "Ele inventou isso para justificar o que fez. Não sei que prova que tem disso. Ele quebrava até todos os meus celulares", relata.

O G1 entrou em contato com a polícia para falar sobre o caso. Com o registro da ocorrência, nesta semana, as investigações devem começar e, caso seja comprovado que o homem divulgou os vídeos íntimos da parceira por conta de chantagem, o suspeito poderá responder criminalmente pelo ato.

*Com informações de G1.




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Vagabundo rouba cadeirante e acaba preso em flagrante pela PM em Conchal, SP

Prefeitura de Conchal se prepara para vacinação contra Covid-19 – O F5 entrevistou o diretor do departamento de saúde do município. Wagner Lozano deu mais detalhes sobre esse e outros assuntos relacionados ao setor

Campanha da Acico distribui quase R$ 60 mil em prêmios

Quem são as pessoas que não podem tomar vacina contra covid

Casal se perde no meio do mato e é resgatado pela Polícia Militar na zona rural de Araras, SP

Restaurante Santo Forte faz homenagem à lanchonetes que fizeram parte da história de Conchal

Força Tática captura procurado por tráfico de drogas e realiza flagrante de porte Ilegal de arma de fogo durante patrulhamento em Araras, SP

Prefeitura de Conchal inicia obras de manutenção no prédio do Cemec

Criança de 10 anos engravida de gêmeos após ser estuprada pelo padrasto, diz polícia

Começa nesta segunda o pagamento do calendário 2021 do Bolsa Família, após fim do Auxílio Emergencial

Todas as Publicações

Mostrar mais