Novidade!

Youtuber é preso suspeito de mandar sequestrar dois empresários em Brasília



Um youtuber foi preso por mandar sequestrar uma família, moradora do Lago Sul, no Distrito Federal, em troca do dinheiro do resgate. Segundo a investigação, uma das vítimas – que é amigo do suspeito – foi mantida em cativeiro por cerca de 10 horas, dentro de um barraco, em São Sebastião, no Distrito Federal.

O homem detido, que não teve a identidade confirmada pela Polícia Civil, é dono de um canal na internet especializado em automobilismo, "com milhares de seguidores". O suposto crime ocorreu no dia 3 de junho e só foi divulgado nesta terça-feira (28).



De acordo com a investigação, o youtuber "se aproveitou da intimidade com o amigo" para levantar informações a respeito do patrimônio dele e da mãe, que são de uma família de empresários.

O sequestro teria sido planejado com a ajuda de outros três comparsas. Um deles tinha conhecimentos na área de tecnologia, e outros dois foram contratados a preço fixo, para auxiliar na abordagem e no cativeiro.



Um dos integrantes do grupo foi preso no dia 21 de julho. O youtuber e outro suspeito foram detidos dois dias depois. Segundo a Polícia Civil, o dono do canal na internet nega participação no crime. O quarto investigado não havia sido preso até a publicação desta reportagem.

O sequestro

De acordo com a Delegacia de Repressão a Sequestros (DRS), da Polícia Civil, as vítimas anunciaram a venda de um lote localizado no Lago Sul, área nobre da capital. Um dos suspeitos, então, se passou por corretor de imóveis para sequestrar a mãe e o jovem.



A polícia informou ainda que, por conhecer as vítimas, o youtuber atuou somente nos bastidores, "coordenando a ação". Às 10h do dia 3 de junho, as vítimas e o sequestradores marcaram o encontro para que fosse feita a negociação do terreno.

No horário combinado, mãe e filho chegaram ao local, onde o falso corretor já os aguardava, e foram rendidos com o uso de uma pistola. As vítimas foram levadas para o cativeiro, que era um barraco em São Sebastião. Os pertences deles foram deixados em um local previamente combinado, para que o youtuber pegasse.



Horas no cativeiro

No cativeiro, as vítimas foram separadas e interrogadas durante todo o dia. Segundo relatos da polícia, os sequestradores queriam obter informações a respeito da capacidade financeira da família.

Na delegacia, o youtuber teria dito que o plano inicial era libertar um dos dois, para providenciar o pagamento do resgate de quem fosse mantido em cárcere privado. No entanto, depois do interrogatório, os sequestradores entenderam que o patrimônio da família "estava concentrado em imóveis", o que impossibilitaria uma transação financeira de alto valor em um curto espaço de tempo.



Sem ter como fazer o pagamento do resgate, mãe e filho foram liberados por volta das 23h do mesmo dia. De acordo com a família, os sequestradores disseram que ligariam em seguida para cobrar uma certa quantia em dinheiro, mas isso não ocorreu.

O caso foi registrado na Delegacia de Repressão à Sequestro. A pena prevista para esse tipo de crime é de 12 a 20 anos de reclusão.

*Com informações de G1.




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia Militar estoura ponto de preparo e distribuição de drogas em Conchal

Adolescente convida grupo de sem-teto para sua festa de 15 anos. Eles comeram, dançaram e se divertiram juntos

Conchal Eleições 2020 no F5 – Veja a lista de candidatos a vereador(a) que se inscreveram para participar das entrevistas

Criança de 3 anos vai parar na UTI após levar picada de escorpião no Jardim São Paulo em Conchal

Candidato a vereador é suspeito de matar a mulher no Sul de Minas

Conchal - Ministério Público emite comunicado para que candidatos cumpram as leis de prevenção à disseminação do coronavirus - O Ministério Público Eleitoral alertou que o descumprimento às orientações pode configurar a prática do delito previsto no art.268 do Código Penal

Homem procurado da Justiça por estupro é preso em Martinho Prado

Lago/Jd das Palmeiras - Após perseguição Polícia Militar prende criminoso e recupera veículo roubado durante patrulhamento em Conchal

Condenada por matar grávida e roubar bebê será primeira mulher executada por governo dos EUA em quase 70 anos

Após briga em festa, irmãs estão 'eufóricas' com repercussão

Todas as Publicações

Mostrar mais