Novidade!

Homem foge da PM, é detido com um tijolo de maconha e liberado na Delegacia em Mogi Guaçu, SP



No sábado (01), uma abordagem a um motociclista no Jardim Itamaraty acabou em uma descoberta. Policiais Militares da Rocam (Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas), Soldado Moreira e Soldado Lúcio, abordaram um homem que transportava um tijolo de maconha na cintura.

Os PMs faziam patrulhamento na zona sul de Mogi Guaçu, com vistas a coibir furtos e roubos de veículos, quando se depararam com um homem em uma Titan 150.



O suspeito esboçou nervosismo e ao ser abordado, caiu da moto no cruzamento das ruas Sebastião Bueno e Angela Arenghi. Na cintura de V. R. A. P. havia um tijolo de maconha.

Ao ser algemado, o indiciado se exaltou, onde foi necessário o uso progressivo da força. No bolso da bermuda dele ainda foi localizada ainda uma porção menor aparentando ser maconha.



Foi dada voz de prisão ao suspeito, ele foi conduzido até a Central de Polícia Judiciária e pasmem, o Delegado Dr. Erivan Vera Cruz determinou a elaboração de um boletim de ocorrência de apreensão de objeto e o homem liberado, a motocicleta foi apreendida pois além das infrações de trânsito, o lacre da placa estava rompido.

Os PMs contaram que o homem confessou que tinha comprado a droga em Mogi Mirim em sociedade com um amigo, cada um teria pago R$ 400, o transporte da droga e a participação de um amigo na compra caracteriza, Tráfico de Drogas, segundo os PMs.



Vale ressaltar que a legislação vigente deixa a cargo do Delegado de Polícia a responsabilidade a apurar os fatos, conforme lei aprovado pelo Congresso e sancionada pela Presidente Dilma Rousseff, veja na íntegra:

LEI Nº 12.830, DE 20 DE JUNHO DE 2013.

Dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo delegado de polícia.
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:



Art. 1º Esta Lei dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo delegado de polícia.

Art. 2º As funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais exercidas pelo delegado de polícia são de natureza jurídica, essenciais e exclusivas de Estado.



§ 1º Ao delegado de polícia, na qualidade de autoridade policial, cabe a condução da investigação criminal por meio de inquérito policial ou outro procedimento previsto em lei, que tem como objetivo a apuração das circunstâncias, da materialidade e da autoria das infrações penais.

§ 2º Durante a investigação criminal, cabe ao delegado de polícia a requisição de perícia, informações, documentos e dados que interessem à apuração dos fatos. “

*Com informações do repórter Beto Ribeiro.



Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Bandido armado assalta comércio no Jardim Santo Antônio em Conchal. O crime aconteceu nesta sexta-feira (18). Câmeras de segurança flagraram toda a ação do criminoso. Assista vídeo...

Indivíduo que traficava há 2 semanas é preso no Parque Industrial em Conchal

Polícia Civil captura menor de 14 anos por tráfico de drogas no Parque Industrial em Conchal

Idosa flagrada dirigindo cadeira de carrinho elétrico em rodovia só queria dar um abraço na filha em Limeira, SP

Força Tática retira drogas de circulação com prisão de traficante denunciado pela população em Leme, SP

Auxílio de R$ 300: nem todos vão receber as quatro parcelas; entenda

Cerca de 15 carros aparecem em pedreira desativada após diminuição do nível de água

Polícia Civil prende em Conchal menor que tinha "depósito de drogas" em casa

SP pode registrar ‘chuva preta’ com chegada de fumaça do Pantanal nesta semana

Detran.SP oferece documento de licenciamento do veículo 100% digital

Todas as Publicações

Mostrar mais