Novidade!

Brasileiro deve gastar, em média, R$ 918 na Black Friday, diz estudo



O brasileiro deve gastar, em média, R$ 918,23 com as compras na Black Friday deste ano, segundo estudo da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e Offer Wise Soluções em Pesquisa, divulgado nesta quarta-feira (18). 

O valor é ainda maior para os consumidores de classe A e B, que chega a R$ 1.168,91. Cada pessoa deve comprar 3,3 produtos durante o dia de promoções. 



Os produtos mais procurados serão as roupas (42%), os calçados (31%), os smartphones (22%), os eletrodomésticos (22%) e eletrônicos (20%). 

Oito em cada dez (82%) pretendem pagar as compras à vista, com dinheiro ou débito. 



Por outro lado, 47% devem parcelar suas compras, principalmente no cartão de crédito (41%). A média é de praticamente seis prestações (5,7), o que significa que essas pessoas estarão pagando as compras da Black Friday até maio de 2021.

A maior parte das compras deve ser realizada online. "Apesar do destaque no meio online, uma parcela considerável dos entrevistados afirma que vai comprar em lojas físicas (47%), especialmente no shopping center (29%) e nas lojas de rua (23%)", diz a pesquisa. 



Intenção de compra

A intenção de compra na Black Friday cresceu 24% em relação ao ano anterior. Do total dos entrevistados, 61% pretendem fazer compras na data. 

Os brasileiros que vão às compras dizem que é um momento oportuno para adquirir produtos que estão precisando com preços mais baixos, e, ao mesmo tempo, 37% afirmam que irão aproveitar para antecipar as compras dos presentes de Natal em promoção.



Em contrapartida, entre os que não vão às compras, 24% alegam estar sem dinheiro e 20% estão desempregados.

O presidente da CNDL, José César da Costa, destaca que a Black Friday 2020 acontece em um cenário adverso, onde o consumidor está atento às promoções para garantir as compras de final de ano.



“O consumidor conta com as promoções da campanha para fazer suas compras. A Black Friday é a oportunidade para a população aproveitar as ofertas e garantir os presentes de fim de ano num período tão difícil para a economia”, afirma Costa.

Apesar de seis em cada dez pretenderem fazer compras, o brasileiro está mais cauteloso neste ano: em comparação com 2019, 36% pretendem gastar menos, enquanto 29% irão desembolsar o mesmo valor e 27% planejam gastar mais.



Procura por preços

90% dos entrevistados afirmam que vão pesquisar os preços antes de finalizar uma compra na Black Friday, principalmente para conferir se o produto está, de fato, em promoção. 

As buscas vão ser realizadas, principalmente, por sites e aplicativos. 



“O consumidor está cada vez mais habituado à Black Friday e sabe que pesquisar os preços continua sendo fundamental para garantir boas compras”, diz o presidente da CNDL. “Ao mesmo tempo, o comércio sabe que uma boa experiência de compra é indispensável para manter o consumidor fiel. Nesse momento, em que as vendas online crescem a cada dia, a reputação das lojas é fator primordial”, afirma.

Metodologia da pesquisa

O levantamento considerou as respostas de 982 pessoas para identificar o percentual de pessoas com intenção de realizar compras na Black Friday. Depois disso, o questionário seguiu para 623 casos. 



A margem de erro no geral de 3,1 pontos percentuais e 3,9 pontos percentuais para um intervalo de confiança a 95%.

Há pessoas das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, com idade igual ou maior a 18 anos, de todas as classes econômicas (excluindo analfabetos) e que pretendem comprar na Black Friday.



Os dados foram coletados pela internet entre os dias 19 e 26 de outubro deste ano. 

*Com informações de R7.









Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Policia Militar e fiscais da prefeitura de Conchal fecham 4 estabelecimentos por não respeitar medidas de combate ao Covid-19

Jovem tenta se desfazer de drogas e é presa pela Policia Militar em Conchal

Menor e drogas são apreendidos pela Polícia Civil no Sol Nascente em Conchal

“As pessoas precisam entender que o momento é crítico”, diz Dr. Agnaldo Piscopo sobre atual situação da pandemia em Araras, SP

Pai e filho saem para trabalhar e são baleados na zona oeste de SP

Bombeiros buscam bebê que teria sido jogado pelo pai em rio de MG

Câmara dos Deputados pede ao STF prisão do comediante Danilo Gentili

Avião com doses da vacina da Covid-19 bate em jumento que estava em pista de aeródromo da Bahia

Doria anuncia mais restrições para São Paulo nesta quarta, mas deve manter escolas abertas

Assédio moral no trabalho, o que fazer nestas situações?

Todas as Publicações

Mostrar mais