Novidade!

Exclusivo! Entrevista com José Carlos Zanchetta, presidente da Zanchetta Alimentos, empresa que prevê a geração de 3 mil empregos diretos e 9 mil indiretos em Conchal


Após desembolsar quase R$ 200 milhões para adquirir o Mondelli, tradicional frigorífico de bovinos do interior paulista, a Zanchetta Alimentos colocou o pé no acelerador e vai investir mais R$ 730 milhões para construir um novo complexo voltado à produção de carne de frango em Conchal.

 

Além do abatedouro, o investimento de R$ 730 milhões contempla a estrutura agropecuária - fábrica de ração, incubatórios, granjas de aves matrizes - e uma fábrica para a produção de farinha de vísceras e penas voltada ao segmento de ração para animais de companhia. O complexo deverá gerar 3 mil empregos diretos e outros 9 mil indiretos, beneficiando cerca de 50 cidades.

 

As obras do complexo estão localizadas às margens da estrada que interliga Conchal ao distrito de Martinho Prado.

 

Em uma visita a obra, realizada pelo Sr. José Carlos Zanchetta, presidente da Zanchetta Alimentos, empresa que prevê a geração de 3 mil empregos diretos e 9 mil indiretos em Conchal, o F5 Conchal teve o prazer de entrevistá-lo. Segue abaixo a entrevista.

  


 

F5 - Com mais de 600 municípios no Estado de São Paulo, por que escolheu Conchal para instalar os Alimentos Zanchetta?

 

Zanchetta - “Conchal, primeiro, tem o rio. Qualquer planta frigorífica precisa de água. Temos o rio Mogi Guaçu. Segundo aspecto importante: precisa de energia. Tem uma subestação para aquele terreno. A posição logística daquele terreno que foi escolhido é favorável tanto no aspecto de água, energia e rodovia. Então Conchal está bem localizada logisticamente. Estamos próximos à Anhanguera, perto da Zefferino Vaz, próximo da Washington Luiz, não distante da Don Pedro que vai para o litoral e da rodovia que passa por Mogi Mirim, Mogi Guaçu e vai para o sul de Minas. Então é o posicionamento logístico. E a empresa, como ela está no eixo Castelo, nós não poderíamos sobrepor à empresa existente, teria que ser uma nova região. ”

 



F5 - A Zanchetta Alimetos fez essa pesquisa e escolheu Conchal ou ela foi buscada por pessoas de Conchal? Fiz essa pergunta justamente para quebrar um mito que surgiu desde a assinatura de 730 milhões, onde surgiram vários “pais da criança”. Por questões políticas várias pessoas disseram que foram elas quem trouxeram a Alimentos Zanchetta e, por esse motivo, perguntei se foram pessoas que buscaram a empresa ou foi uma iniciativa de vocês.


Zanchetta - “A Zanchetta fez essa pesquisa, eu mesmo vim conhecer Conchal. Lógico que quando fizemos a pesquisa não identificamos apenas um único local, e sim, 3 locais. Aquela que tem a melhor posição é Conchal pelo aspecto logístico. ”

 



F5 - Esse trabalho de pesquisa começou por volta de 2013 / 2014, é isso?

 

Zanchetta - “Sim, ao redor disso. Em 2014 nós tínhamos atendido o limite da capacidade da planta de Boituva, então nós tínhamos que identificar um ponto. ”  

 



F5 - De 2015, data da pesquisa da empresa, até a assinatura do contrato de 730 milhões o que lhe deu segurança, de fato, para vir para Conchal?

 

Zanchetta -  “Nós adquirimos o terreno em 2015 / 2016, esse foi o primeiro passo. Infelizmente, o terreno dependia de documentações como inventário, retificação de área, etc. Nós não faríamos um investimento significativo enquanto não tivéssemos o título da propriedade e isso ocorreu no início do ano passado (2019). Nós passamos um período de incertezas no país, tivemos até impeachment do presidente, com recessões… um período difícil. Nós também aguardávamos a implementação e, no momento em que sentimos confiança, fizemos contato com o prefeito Vando, a vice-prefeita Angela, junto ao governador Dória. A terraplanagem foi iniciada e esperamos que a operação se inicie em dois anos. ”

 


F5
- Então a atuação do governo, a atual situação econômica, pesou muito para que esse trabalho começasse a ser realizado em 2020?

 

Zanchetta - “Com certeza, sem o momento adequado não se vai investir. Tem um outro lado relevante que eu fiquei sabendo após a vinda para Conchal: Conchal tem um perfil de minifúndio. Tem fazendas grandes com cana e tal, mas tem um perfil de minifúndio. Pela região, ela tem uma certa cultura agrícola, então já tem conhecimento com soja e isso também é relevante. ”



F5 - Sobre a situação do coronavírus:  A Folha de São Paulo noticiou uma queda na bolsa, isso tem atrapalhado nos contratos?


Zanchetta - “O coronavírus é muito recente, ainda não temos a extensão que ele vai tomar. Se ele ficar controlado, não vai acontecer nada. Nós vamos para o Oriente Médio, para a China, Europa, América do Norte, Canadá, México, América do Sul, Chile, África… A empresa já exportou para mais de 50 países e aqui também vai exportar. Nós não acreditamos em nenhum problema, pode até ter um aumento das exportações. “

 



F5 - Das negociações da empresa e do atual governo municipal, está sendo satisfatório para a empresa? Estão sendo atendidas todas as necessidades? O município tem cumprido o seu papel?

 

Zanchetta - “Sim, estávamos discutindo hoje. Sempre que trazemos uma necessidade o suporte do prefeito Vando nunca faltou. “

 



F5 - Realizada a terraplanagem, a empresa já começa a construir. Então a empresa começa a construir ainda esse ano (2020)?

 

Zanchetta -  “Com certeza, as obras se iniciaram e nosso conceito é que quanto mais tempo se demora para construir, ou terminar uma obra, o custo é mais alto. Então você pode aguardar para iniciar, mas depois que se inicia tem que ser terminado rápido. Não tem outa alternativa. “

 


F5
- O senhor já tinha adiantado, se puder, confirme. Quando as pessoas falam do emprego, onde mandam currículo, não falam pelo fato somente da empresa em si, mas também pela obra.

 

 Zanchetta - “A construção de uma indústria maior, grande, com um prédio grande é sempre uma estrutura de pré-moldados. Na região tem várias empresas de pré-moldados, então ela não beneficia só o município e sim a região. Eu diria a você o seguinte: pela construção da planta em Boituva – que também foi uma construção do zero – nós chegamos a ter 18 empreiteiras e mais de 300 pessoas trabalhando na obra, mas a empresa tinha 60. Então era 20% daquele contingente total. O momento da construção das instalações vai trazer movimento para o município. “

 



F5 - O que você diria para os 28 mil habitantes do município, grande parte deles que estão desempregados e ansiosos pela vinda dessa empresa? É importante comentarmos sobre isso para que a população comece a se especializar.

 

Zanchetta - “O projeto é uma realidade e claro, não se constrói uma fábrica desse tamanho de um dia para o outro. A primeira coisa é iniciar a obra e isso tem um período de construção, mas a partir do momento que comece a próxima operação, a contratação de mão de obra vai ocorrer e a prioridade é a população conchalense. Só contrataremos de outro município caso não haja em Conchal. E a mão de obra especializada nós acabamos de falar que é o suporte das Etecs em mecânica, elétrica, automação, manutenção… A mão de obra operacional é treinada na própria empresa. “


Nota F5 (Gean Mendes)

Foram poucos os veículos de comunicação no Brasil que tiveram o privilégio de entrevistar este conceituado homem reservado e de hábitos simples, porém de grandes contribuições para economia nacional.

A equipe F5 Conchal e Região agradece ao empresário José Carlos Zanchetta, presidente da Zanchetta Alimentos, por ter proporcionado essa oportunidade de trazer a verdade ao povo de Conchal.

















 

 

 

 

 

 

Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia Civil apreende drogas e armas em Conchal

Polícia Militar e Guarda Civil Municipal realizam operação integrada de combate ao crime em Conchal, SP

Quadrilha tenta assaltar bancos e troca tiros com a polícia em madrugada de terror em Araraquara, SP

Mulher de 36 anos é morta a tiros pelo filho adolescente em SP

Colisão traseira termina em capotamento de veículo e uma vítima leve na Rodovia Anhanguera

ROCAM e Força Tática estouram ponto de preparo e venda de drogas e detém quatro por tráfico em Araras, SP

Acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí teve o maior número de mortes nas rodovias de SP neste ano, diz PM

GCM resgata menor desaparecida em casa de prostituição no interior de SP

Prefeitura de Conchal pede para a população economizar água

Após denúncias, pug furtada em Conchal é resgatada em Araras

Todas as Publicações

Mostrar mais