Postagens

Mostrando postagens de Julho 10, 2020

Novidade!

Aprenda a fazer massa de pizza de liquidificador

Imagem
Fazer massa de pizza pode parecer complicado, mas não é. Ainda mais quando a receita é feita no liquidificador.
Confira os ingredientes e o passo a passo da massa de pizza de liquidificador.


Ingredientes:
1 e 1/2 xícara (chá) de leite morno
1 ovo
1 tablete de fermento para pão
1 colher (sobremesa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
1/2 xícara (chá) de óleo
2 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo


Modo de preparo:
No copo do liquidificador, coloque o leite morno, o ovo, o fermento esfarelado, o açúcar, o sal e o óleo. Bata.
Desligue e acrescente a farinha aos poucos, batendo sempre que for acrescentada.
Coloque em assadeira redonda (não precisa untar).
Sobre a massa, espalhe o recheio de sua preferência.
Leve ao forno a 180 °C por 20 minutos.
*Com informações de MSN.




Cocada cremosa de forno mais fácil do mundo

Imagem
Chegou a receita de cocada mais fácil que você vai ver! Não é qualquer uma, é uma cocada cremosa de forno, que fica pronta em uns 35 minutos. Mesmo que você não tenha habilidade nenhuma na cozinha, vai fazer essa receita sem erro!
São apenas seis ingredientes e rende uns 16 pedaços generosos de cocada!


Cocada cremosa de forno
Rendimento: Cerca de 16 porções
Tempo de manuseio: 5 minutos
Tempo de cozimento: cerca de 30 minutos
Tempo total: 35 minutos


Ingredientes
• 3 ovos
• 1 lata de leite condensado (395g)
• 1 garrafinha de leite de coco (200ml)
• 1/2 xícara de leite (120ml)
• 2 colheres (sopa) de manteiga derretida (24g)
• 2 pacotes de coco seco ralado (200g)


Modo de preparo
1. Em um recipiente misture os ovos, o leite condensado, o leite de coco, o leite e a manteiga derretida até que tudo se incorpore e fique homogêneo.
2. Por último, junte o coco ralado e misture mais uma vez.
3. Transfira para uma forma untada e enfarinhada (a que usei tem 20cm x 20cm) e leve para o forno pré-aquecido a 180ºC por …

O que NÃO dizer para pessoas que estão com depressão

Imagem
De acordo com um relatório divulgado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país com maior número de pessoas com depressão de toda a América Latina. Ainda de acordo com a pesquisa, a doença chega a afetar cerca de 12% da população do país. O quadro grave é um dos responsáveis pela estimativa de 11 mil suicídios registrados anualmente em território brasileiro.
Tendo em vista a gravidade da situação e alta na quantidade de casos, não é nenhuma surpresa que você tenha por perto alguém que possua a doença. Portanto, é essencial ajudá-la a procurar apoio emocional e entender a melhor forma de lidar com ela para que a situação não piore ainda mais.


O que evitar dizer para pessoas com depressão?
Jamais banalize
Ainda que seja muito difícil, pode ser que a pessoa que está encarando essa doença crie confiança suficiente em você para se abrir sobre suas dores. Caso isso aconteça, nunca banalize-as ou diga algo semelhante a “já passei por coisas piores” ou “era só isso?”.


Evite frases …

O isolamento social acentuou nossa relação emocional com os alimentos

Imagem
A quarentena, o distanciamento social, o estresse e outros fatores decorrentes da pandemia mudaram seu comportamento alimentar? Você passou a comer mais ou a abusar de doces? O que mudou?

Fazer perguntas como essas para você mesmo é um bom começo para ajustar, sem neurose, sua alimentação em um período tão desafiador. Mas, para entender a importância disso, antes vou precisar recorrer à ciência.



A maioria dos estudos revela que adotamos comportamentos hedônicos — sendo permissivos e generosos nas porções, nas frequências e nas escolhas do cardápio diário — em momentos de grande ansiedade. Alguns autores associam esse padrão hedônico com a imprevisibilidade e a possível “gratificação” promovida por alimentos especialmente saborosos.

Durante uma pandemia dessas proporções, nós não temos respostas para tudo (aliás, nunca temos, mas às vezes acreditamos que sim). Ficamos olhando para o futuro em busca de soluções, em vez de nos concentrarmos também no presente. É esse olhar sempre para um am…

Levantamento estima quão ansioso está o brasileiro em cada região do País

Imagem
Entre muitas outras consequências físicas e psicológicas, a quarentena e a pandemia de COVID-19 fizeram muita gente desenvolver ansiedade ou ver as próprias tendências ansiosas aumentarem – e, de acordo com uma pesquisa recente feita por um aplicativo de música que mapeou o nível deste mal em diferentes regiões do Brasil, o Sudeste é líder quando se fala no assunto.

Sudeste é a região mais ansiosa, aponta levantamento de app

Elaborada pela plataforma de streaming Deezer e feita com base nas respostas de 2 mil brasileiros, a pesquisa perguntou: "Qual destas opções descreve melhor como se sente agora, desde que começou o surto do coronavírus?“, dando as alternativas: ansiedade, otimismo, fúria, depressão, tristeza, felicidade e positividade.



O resultado mostrou que o sentimento de ansiedade é o mais relatado em todas as regiões do País – e, na região Sudeste, quase metade das pessoas indicaram isso. De acordo com o estudo, 42,32% das pessoas afirmam estar ansiosas.

Após o Sudeste, as r…

“Fique em casa, mas não fique parado”, alertam pesquisadores

Imagem
Entre os efeitos colaterais das medidas de isolamento social adotadas para conter a covid-19 está o aumento do sedentarismo, que pode contribuir para a deterioração da saúde cardiovascular mesmo em curtos períodos de tempo. Idosos e portadores de doenças crônicas tendem a ser os mais afetados.
O alerta foi feito por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP) em artigo de revisão publicado no “ American Journal of Physiology”. Segundo os autores, o apelo feito por governantes e profissionais da saúde para que as pessoas “fiquem em casa” é válido na atual conjuntura, sem dúvida. Mas deve vir acrescido de uma segunda recomendação: “não fiquem parados”.


“Uma pessoa precisa fazer ao menos 150 minutos de atividade física moderada a intensa por semana para ser considerada ativa, de acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde [OMS] e das sociedades médicas. O uso de academias e centros esportivos ficará limitado nos próximos meses, mesmo após o fim…

3 exercícios de coluna para realizar na quarentena e aliviar dor nas costas

Imagem
A quarentena nos faz buscar adaptação em diversas áreas, incluindo as da nossa coluna. Com o remanejo de trabalhos em casa e mais tempo nela, muito se ouve a respeito das dores nas costas, e a instrutora Patricia Bueno explica sobre a situação, além de ensinar exercícios de coluna que podem ajudar na melhora.
De acordo com a educadora física e pós-graduada em fisiologia do exercício, biomecânica e pilates, a sócia proprietária do Studio Pilates Patricia Bueno, esclarece que “na quarentena aumenta o sedentarismo, e isso diminui a massa magra na sustentação e estabilidade da coluna vertebral, além da má postura que ocorre em tempo prolongado em camas, sofás e cadeira não ergonômicas”.


Apesar das possibilidade de trabalhar em casa, muitas pessoas não possuem o canto ideal para o “home office”, e, para estas, a educadora indica que se posicionem de forma mais confortável com pés e quadril apoiados, travesseiro nas costas e levantar para andar um pouco pela casa a cada 30 minutos. Além de re…

Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Todas as Publicações

Mostrar mais