Pular para o conteúdo principal

Artistas de Conchal não receberão auxilio da Lei Aldir Blanc e mais de 217 mil terá que ser devolvido ao Governo – Diversos erros no processo elaborado pelo setor de turismo da cidade tonaram inviáveis os pagamentos



A Lei Aldir Blanc que disponibilizou auxílio financeiro ao setor cultural foi regulamentada pelo Presidente Jair Bolsonaro. A iniciativa buscou apoiar profissionais da área que sofreram com impacto das medidas de distanciamento social por causa do coronavírus.

 

Foram liberados R$ 3 bilhões para os estados, municípios e o Distrito Federal que podiam ser destinados a manutenção de espaços culturais, pagamento de três parcelas de uma renda emergencial a trabalhadores do setor que tiveram suas atividades interrompidas, instrumentos como editais e chamadas públicas.

 

Em 2020 o secretário especial de Cultura, Mário Frias, explicou que o decreto com a regulamentação da lei traz as regras para estados e municípios acessarem os recursos.

 


A regulamentação nada mais é do que uma tábua de regras, um manual de informação para os estados, os municípios, para os artistas, para a população em geral, poderem saber como se cadastrar para poder ter acesso ao auxílio emergencial que a lei propõe”, disse.

 

Os recursos foram repassados pela União, mas ficou por conta dos estados e municípios realizarem a distribuição. Do total, R$ 1,5 bilhão foram repassados em parcela única aos estados e R$ 1,5 bilhão aos municípios.

 

Estados e municípios tiveram, respectivamente, 120 e 60 dias, a partir do momento que receberam as verbas da União, para destinar ou publicar a programação de liberação dos recursos R$ 3 bilhões no exercício orçamentário de 2020 a entidades e profissionais do setor cultural. Se os recursos não forem utilizados deverão ser devolvidos ao Tesouro Nacional.

 


No caso dos municípios, caso o recurso não fosse aplicado em 60 dias, o valor será inicialmente revertido ao respectivo estado, que terá outros 60 dias para executar a verba, restrita ao apoio de espaços culturais.

 

Quem tem direito ao benefício?

A exemplo do auxílio emergencial pago aos informais, os trabalhadores do setor cultural receberão ou já receberam, R$ 600 por mês em três parcelas. O benefício foi limitado a duas pessoas de uma mesma família e, quando se tratar de mulher chefe de família, teria direito a duas cotas.

 

De acordo com o decreto, para ter direito ao benefício, o profissional do setor artístico teve de comprovar atuação na área nos últimos 24 meses; e não poderá ter emprego formal. Outra exigência é não ser titular de benefício previdenciário ou assistencial e nem estar recebendo seguro-desemprego ou qualquer renda de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família.

 

Também foi preciso comprovar renda familiar mensal par capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal total de até três salários-mínimos, o que for maior.

 


Para ter adquirido o direito ao benefício, a pessoa não pode ter recebido, no ano de 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70; e nem ser beneficiário do auxílio emergencial pago pelo Governo Federal.

 

Segundo o decreto, entende-se como trabalhador e trabalhadora da cultura, as pessoas que participam da cadeia produtiva dos segmentos artísticos e culturais, “incluídos artistas, contadores de histórias, produtores, técnicos, curadores, oficineiros e professores de escolas de arte e capoeira”.

 

O benefício também se destina a espaços culturais

 

Os espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas e organizações comunitárias que tiveram as atividades interrompidas, também receberão ou receberam um subsídio mensal do Governo Federal. O valor variará de R$ 3 mil a R$ 10 mil.

 

Tiveram direito a esses recursos, por exemplo, pontos e pontões de cultura, teatros independentes, escolas de música, dança e artes, circos, bibliotecas comunitárias, centros culturais, espaços de povos tradicionais, cineclubes, livrarias, estúdios de fotografia, ateliês de pintura e moda, feiras de arte e artesanato e espaços de literatura e poesia.

 


Em contrapartida, após a retomada das atividades, as instituições beneficiadas deverão realizar atividades para alunos de escolas públicas, prioritariamente, ou para a comunidade, de forma gratuita.

 

Não puderam receber esses recursos espaços culturais criados pela administração pública e nem espaços artísticos mantidos por grupos empresariais e geridos pelos serviços sociais do Sistema S.

 

A instituição beneficiária deverá prestar contas ao ente federativo do uso do benefício num prazo de cento e vinte dias após o recebimento da última parcela mensal. O dinheiro deverá ser utilizado para gastos relativos à manutenção da atividade cultural, como o pagamento de internet, transporte, aluguel, telefone e consumo de água e luz.

 

 

Em Conchal

 

Em outubro de 2020 a União destinou para o município de Conchal, R$ 217.217,45 (duzentos e dezessete mil duzentos e dezessete reais e quarenta e cinco centavos), para que fosse destinado aos artistas do município que tivessem o perfil exigido na lei Aldir Blanc. 

 

O setor de turismo coordenado por Rosane A. Stocco, atualmente lotada como chefe de turismo municipal, foi responsável por elaborar os trabalhos burocráticos para que os artistas de Conchal se cadastrassem e cada aprovado recebesse os valores de direito da lei Aldir Blanc. No entanto todo o processo foi elaborado de forma incorreta, com brechas que podiam favorecer uns mais do que outros...


Não foram adotados critérios técnicos para determinar quanto cada empresa ou artista receberia.



Para se ter ideia dos erros cometidos, três empresas do município de Amparo seriam beneficiadas com o recurso destinado aos artistas de Conchal. Sozinhas essas empresas levariam mais de 40 mil reais do montante 217 mil.  Enquanto isso, por exemplo, a Associação Teatral Sete Elos, que é conhecida por todos dentro do município, notoriamente desenvolve diversos trabalhos culturais como o Arraiá da Praça, a encenação da Paixão de Cristo, entre outros, levaria apenas R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais).


Entre autônomos e empresas, mais de 50 cadastrados seriam beneficiados em Conchal, porém com valores bem abaixo do que às empresas do município de Amparo, que segundo informações nunca atuaram culturalmente dentro do município. 


O edital criado pelo turismo local também não respeitou os tramites internos legais.



O setor de turismo municipal encaminhou o processo incompleto ao setor administrativo, faltando poucos dias para vencer o prazo legal de distribuição do auxílio, com nomes, contas bancárias e valores a serem depositados. O processo foi analisado pelo administrativo municipal que identificou as falhas, principalmente a falta de critérios que daria a empresas de fora da cidade, mais do que aqueles que atuam notoriamente na cultura conchalense. Sendo assim os pagamentos não foram autorizados. 

 

O F5 Conchal foi procurado por diversos artista da cidade. Fomos informados de que os mesmos tiveram que assinar recibos para o setor de turismo, sob a promessa de que os valores seriam depositados em suas contas bancárias, em 24 horas. Isso não aconteceu.

 


Solicitamos cópia do processo e dos extratos bancários para saber se o recurso de 217 mil ainda estava em caixa ou se a prefeitura teria utilizado de outras formas.

 

Fomos atendidos rapidamente pelo setor administrativo da prefeitura e constatamos que os valores continuam no caixa do município, segue extratos abaixo:





 

Podemos observar que os valores continuam no caixa do município. Se o recurso tivesse sido desviado para utilização em outras demandas ou se os pagamentos tivessem sido efetuados, certamente o prefeito de Conchal teria sérios problemas com o Ministério Público e com o Tribunal de Contas, podendo responder por improbidade administrativa.

 

Embora o recurso federal esteja intacto e prestes a ser devolvido, não podemos afirmar que não houve dolo, ou dano ao erário. Pois os conchalenses ficaram no prejuízo ao deixarem de receber algo de que tinham direito, por conta do erro cometido pelo setor de turismo.

 

Alguns dos conchalenses que seriam contemplados, chegaram a comprar equipamentos, contando com a certeza de que iriam receber após assinarem o recibo. A frustração de não serem atendidos pelo município e, segundo fomos informados, fez com que alguns dos artistas formalizassem, pela internet, denúncia no Mistério Público.

 

O F5 conversou com a chefe de turismo Rosane Stocco. A mesma nos informou que trabalhou incansavelmente para que tudo desse certo e que esses recursos chegassem às mãos dos artistas de Conchal e lamentou não ter conseguido.

 

Até o momento do fechamento desta matéria, o executivo municipal não se manifestou no sentido de abertura de processo administrativo, para apurar o porquê de empresas fora da cidade, caso desse certo, serem beneficiadas com valores absurdos e nem mesmo quanto ao prejuízo causado aos artistas que seriam contemplados.

 


Segundo informações fornecidas pelo administrativo, o recurso de 217 mil, deverá de ser devolvido à União nos próximos dias. O F5 Conchal aguardará o comprovante de devolução (extrato) para publicarmos futuramente.

 

Nem mesmo a Medida Provisória 1019/20 que prorroga o prazo para utilização do recurso da lei Aldir Blanc poderá ser utilizada em Conchal. Pois a MP prevê que apenas as verbas já empenhadas e inscritas em restos a pagar podem ser utilizadas. O que também não aconteceu em Conchal, pois não houve como empenhar pagamentos a nenhuma empresa ou autônomo devido a documentação incompleta que foi enviada pelo setor de turismo, ao setor de finanças. Até então, os efeitos da lei terminaram em 2020.

 

NOTA F5  

 

Segundo informações, dentre as divisões de poderes e responsabilidades existentes na política conchalense, a atual chefe do turismo foi indicada pela vice-prefeita. A mesma que recentemente em áudio vazado, dizia que iria ser diretora da educação e não queria nenhum olheiro (ninguém fiscalizando).

 

É inadmissível sequer imaginar, que dezenas de conchalenses fiquem no prejuízo sem que aja algum tipo de reparação por parte da prefeitura de Conchal.

 

O mínimo que poderiam fazer, é buscar recursos para a cultura, junto aos seus deputados e padrinhos políticos, para que futuramente seja investido (antes do ano eleitoral), nos próprios artistas da terra. Para que essa vergonha seja pelo menos passada no crédito, já que no débito não foi possível.

 

Cada cidadão que se sentiu lesado, deve protocolar no Prefeitura e na Câmara Municipal, pedido de reparação e providências quanto ao ocorrido. Podem também denunciar ao Ministério Público.

Uma coisa é certa. Se fosse qualquer um de nós, cidadãos comuns, que tivesse provocado algum dano a municipalidade, certamente já estaria ardendo nos braços da justiça.

 











Leia também

Criança pede visita da Guarda Municipal de Conchal como presente de aniversário de 9 anos

Uma menina que completou 9 anos de idade neste domingo, em Conchal, fez aos pais um pedido um tanto quanto inusitado. Ana Lara pediu como presente de aniversário, a visita da Guarda Municipal de Conchal, em sua festa de aniversário. Os pais Luiz Anthony e Patrícia Gonçalves, telefonaram para os GCMs para saber se era possível atender a solicitação de sua filha. Prontamente e, com muita satisfação ao receberam tamanho privilégio, os GCMs Franco e Assis foram à casa da criança. Ana Lara que é fã da corporação, recebeu presente e muito carinho dos GCMs que fizeram questão de posteriormente fazer postagens de agradecimentos nas redes sociais, pelo carinho sincero recebido pela criança. “Hoje {25} nós da GCM CONCHAL fomos surpreendido com o pedido de um Pai, simples e gratificante, sua filha que nesta data estaria completando 9 aninhos e queria de presente a nossa presença na sua festa de aniversário, Parabéns ANA LARA, que DEUS continue ti abençoando grandemente e ficamos felizes junto

Vídeo - Acidente com 4 carros deixa 3 mortos e 5 feridos em estado grave na rodovia Washington Luís - Câmera de segurança mostra momento do acidente

Um acidente envolvendo quatro carros deixou três mortos da mesma família e cinco pessoas feridas em estado grave, no final da manhã deste sábado (24), no km 213+900 da Rodovia Washington Luís (SP-310), em Itirapina (SP). A Polícia Civil investiga as causas da colisão. Um carro modelo Fiesta, com placas de Três Lagoas (MS), trafegava sentido interior e, por motivos desconhecidos, atravessou a pista, colidindo com outros três veículos que seguiam sentido capital. Segundo o Corpo de Bombeiros de São Carlos, ao atravessar a pista, o Fiesta colidiu com um carro que vinha em sentido contrário e parou de lado na pista, sendo atingido no meio por outro veículo. Um quarto carro colidiu com as partes dos veículos acidentados (veja vídeo abaixo). Maurilio Claros e Freitas Carrega, a sua mulher Maria Aparecida Lins Tesan e o filho do casal, Guilherme Vinícius Carrega, de 13 anos, que estavam no Fiesta morreram no local. Em um veículo Cherry Tiggo, estavam cinco mulheres, que ficaram gravemente f

Menino de 8 anos de idade é atropelado por moto nesta quarta-feira em Conchal

Um menino de 8 anos de idade foi atropelado por uma moto, por volta 13h40min, desta quarta-feira (28), em Conchal. A forma de como teria acorrido o acidente ainda não foi informada, porém segundo relatado pela Guarda Municipal de Conchal, que atendeu a ocorrência, o atropelamento aconteceu na altura do nº 700 da Rua das Angélicas, região central do município. O menino foi socorrido por populares e pelo condutor da motocicleta envolvido no acidente. Segundo a mãe do menino informou aos GCMs, durante todo o tempo o condutor da motocicleta esteve prestando ajuda a vítima. A criança teve escoriações pelo corpo e foi atendida e medicada no Hospital Madre Vannini. A mesma deverá passar por outros exames.   Até o fechamento da ocorrência a vítima permanecia em observação.

Vídeo - Policia Civil prende indivíduo que perseguia mulheres em Conchal - O elemento fantasiava viver um relacionamento amoroso com as vítimas e as perseguia no local de trabalho, ruas e residência

Nesta sexta-feira (23), por volta das 11h, a Policia Civil prendeu um indivíduo de 34 anos de idade, morador do Bairro Jd. São Paulo, município de Conchal/SP, acusado por mulheres do município, de perseguição. Segundo informado pela polícia, o indivíduo fantasiava viver um relacionamento amoroso com as vítimas e as perseguia no local de trabalho, ruas, residência e redes sociais. O elemento possui diversos perfis fakes nas redes sociais, onde colhia informações sobre a vítima, para manter contato. Segundo relatado por uma das vítimas, uma jovem de 20 anos de idade, que registrou queixa na delegacia contra o indivíduo, o mesmo enviava mensagens constantemente através das redes sociais. Quando era bloqueado pela vítima, o elemento criava outro perfil para importuna-la. Não satisfeito, o elemento passava a perseguir a vítima, nas ruas, no trabalho e até mesmo na porta da casa da vítima. Diante da obsessão e risco, o Delegado de Polícia Dr. Luis Henrique Lima Pereira, obteve junto ao P

Nestlé está com vagas abertas para sua unidade na cidade de Araras

Por: Beto Ribeiro A Nestlé é a maior empresa mundial de alimentos e bebidas. Atualmente, tem mais de 2.000 marcas, desde as famosas marcas globais até aquelas favoritas dos consumidores brasileiros. Se você tem interesse em integrar a equipe de colaboradores da empresa, a unidade de Araras (SP), está com vagas em aberto. Para informações e inscrição, acesse aqui o site da Nestlé ( https://corporativo.nestle.com.br ). Há oportunidades, também, em outras localidades. Operação de Máquina II Funções ·        Operar equipamentos de acordo com sua função ou atuar em postos de complexidade similar e seguir todas as instruções; ·        Atender o programa de produção e fabricação dos produtos com qualidade, segurança e respeitando os parâmetros de processos; ·        Solucionar problemas de rotina e/ ou melhorias, compartilhar conhecimento, entender e propor ações para os indicadores tais como ações corretivas, preventivas e acionar cadeia de ajuda, identificar anormalidades e solu

Tudo o que você precisa, em um só lugar

Tudo o que você precisa, em um só lugar
Acesse Amazon

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?
Clique na imagem e nos envie o seu nome e idade

VEJA TAMBÉM

Jovem comete suicídio em Conchal neste domingo (29), um dia após comemorar aniversário

O jovem de aproximadamente 21 anos, morador da cidade de São Paulo, segundo registrado, foi encontrado por uma cidadã conchalense, em uma construção, por volta das 19:10hs, deste domingo (29).   Segundo informações obtidas no local dos fatos pela nossa reportagem e, confirmadas em registro de boletim de ocorrência. Uma cidadã conchalense (Aline), esteve nesta construção, localizada à rua Benedito Novo, no bairro Novo Horizonte, em Conchal, para conhecer o local, onde segundo informações pretendia alugar ou comprar antes mesmo do término da obra.   Chegando ao imóvel em construção, ao entrar em um dos cômodos, a testemunha se deparou com um corpo suspenso, pendurado, enforcado, com uma mangueira em torno do pescoço.   A testemunha acionou a Policia Militar que passava pelo local naquele momento. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a Polícia Cientifica, representada pela perita Mariana, fotógrafo Marco e, a Policia Civil, representada pelo GCM Ivam, que auxilia

Linha com cerol provoca acidente fatal na tarde desta sexta-feira (28) em Conchal

Por volta das 15h40min, desta sexta-feira (28), um homem de 42 anos de idade, morador de Conchal, foi atingido fatalmente por uma linha com cerol, quando passava com sua moto pela Rua dos Battel, próximo a escola Bela Vista, no bairro Esperança 3, em Conchal, SP. Moto da vitima  Segundo testemunhas a vítima ainda conseguiu andar alguns metros, até a esquina com a rua dos Maiochi, lugar onde acabou perdendo os sentidos. O SAMU foi acionado, porém quando chegou ao local foi constatada morte eminente, devido extensa laceração na região do pescoço. A ocorrência ainda está em andamento. A Polícia Militar está no local. O responsável pela linha com cerol que tirou a vida do trabalhador, ainda não foi identificado. Vale lembrar, que a venda e/ou utilização de linha com cerol ou linha chilena, com também é chamada, é crime.     

Polícia Militar liberta homem que seria julgado por ‘tribunal do crime’ e prende 11 pessoas em Conchal

Por: Beto Ribeiro Repórter   Na noite de domingo (20), os policiais militares cabo Barros e soldado Consoni, estavam em patrulhamento de Força Tática pelo município de Araras (SP), quando receberam informações via COPOM, que pela cidade de Conchal (SP), estava ocorrendo um suposto "tribunal do crime", em andamento em um bar, pelo bairro Jardim Esperança III. De imediato, foi realizada uma diligência até o local, com o apoio de outras viaturas.   A informação dava conta de que um rapaz havia sido sequestrado e que estava sendo agredido, e provavelmente seria morto, ainda conforme as informações os envolvidos aumentaram o som do estabelecimento, para que os gritos não fossem ouvidos. O local indicado é o conhecido Bar HM, de propriedade de um indivíduo já conhecido nos meios policiais e o estabelecimento é afamado ponto de tráfico.   Defronte ao bar, havia um porco no rolete sendo feito, sendo que ali estavam três indivíduos, os quais, ao perceberem a chegada das vi

Homem de 23 anos é assassinado nesta quarta-feira (23) com 3 tiros e 6 facadas em Conchal

O crime aconteceu por volta das 20h25min desta quarta-feira (23), à rua Cândida  Battel, no bairro Jardim Peres, em Conchal.   A Guarda Municipal atendeu a ocorrência com o apoio da Policia Militar.   Segundo informações fornecidas por moradores próximo ao local, a vítima Michael Willian Mendes da Silva, 23 anos, foi abordado por pelo menos dois indivíduos encapuzados.   Michael tentou fugir, mas foi golpeado com pelo menos 6 facadas e três tiros, segundo constatado pela Policia Cientifica que esteve no local dos fatos. A polícia investiga o caso.