Pular para o conteúdo principal

90 dias Grátis

Vacina da Pfizer é a 1ª contra a Covid a obter registro definitivo no Brasil



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta terça-feira (23), o registro definitivo à vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. A vacina é a primeira a obter o registro sanitário definitivo no país, mas ela ainda não está disponível em solo brasileiro.

O G1 questionou o Ministério da Saúde sobre uma previsão de compra da vacina, mas, até a mais recente atualização desta reportagem, não havia recebido resposta. A Anvisa vai conceder uma entrevista no fim da tarde sobre o tema.



As vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil são a de Oxford e a CoronaVac, mas ambas têm autorização de uso emergencial, e não o registro definitivo. Com isso, elas só podem ser aplicadas em grupos prioritários.

Os dois imunizantes também serão produzidos no Brasil, graças a acordos de transferência de tecnologia entre as fabricantes (AstraZeneca e Sinovac, respectivamente) e instituições brasileiras (Fiocruz e Butantan).



Já as negociações para compra da vacina da Pfizer não incluem transferência de tecnologia – por isso, a vacina não será fabricada em solo brasileiro, e, sim, comprada de fora.

Impasse nas negociações

A vacina da Pfizer foi uma das quatro testadas no Brasil. No início do ano, a farmacêutica disse ter oferecido 70 milhões de doses da vacina ao governo brasileiro para entrega ainda em dezembro, mas a oferta foi recusada.



O Ministério da Saúde disse que as doses propostas pela Pfizer causariam "frustração" aos brasileiros.

O governo também afirmou que não comprou a vacina devido a uma cláusula no contrato prevendo que a Pfizer não se responsabilizaria por efeitos adversos graves do imunizante.



O Congresso avalia incluir trecho em medida provisória que permita a compra e que o Brasil assuma os riscos legais previstos em contrato.

Na segunda-feira (22), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), se reuniu com representantes dos laboratórios Pfizer e Janssen, do grupo Johnson&Johnson, para viabilizar a compra das vacinas contra Covid-19 produzidas pelas farmacêuticas.



No domingo (21), o Ministério da Saúde havia afirmado, em nota, que esperava até a próxima sexta-feira (26) uma orientação do Palácio do Planalto sobre como solucionar o impasse nas negociações das vacinas. A Johnson também pediu isenção de responsabilidade por eventuais efeitos adversos graves.

Prioridade deve ser o SUS

O pesquisador Daniel Dourado, médico e advogado do Centro de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Paris, afirma que a medida autoriza, também, que clínicas privadas comprem a vacina.



Ele avalia, entretanto, que é dever do Estado brasileiro usar quaisquer vacinas que sejam compradas pela iniciativa privada para vacinar as pessoas pelo SUS.

"A obrigação do Estado brasileiro é garantir o direito à saúde – neste momento, o principal elemento para garantir o direito à saúde é vacina. Qualquer vacina que entrar no território nacional é obrigação do Estado incorporar no PNI [Programa Nacional de Imunizações]. É a única maneira de o Estado garantir o direito à saúde neste momento – é a minha leitura constitucional", afirma Dourado.



Veja íntegra da nota da Anvisa:

"Como diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informo com grande satisfação que, após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid-19, para uso amplo, nas Américas. O imunizante do Laboratório Pfizer/BioNTech teve sua segurança, qualidade e eficácia aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro. Esperamos que outras vacinas estejam em breve sendo avaliadas e aprovadas. Esse é o nosso compromisso." Diretor-presidente Antonio Barra Torres.

"Entre as autoridades de referência pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a Anvisa é a primeira a conceder o registro de uma vacina Covid-19, com sete locais de fabricação certificados, refletindo a dedicação, o planejamento e o compromisso da Agência com o combate à pandemia. O registro abre caminho para a introdução no mercado de uma vacina com todas as salvaguardas, controles e obrigações resultantes dessa concessão." Diretora Meiruze Freitas.



"O registro da primeira vacina contra a Covid, no Brasil, tem muitos significados. O reconhecimento dos esforços da ciência é um deles, sem dúvida. O mais importante, contudo, é que continuamos na luta pela preservação da saúde e da vida das pessoas." Diretor Alex Machado.

"O registro sanitário de um imunobiológico ou qualquer outro medicamento é a chancela de um órgão regulador sobre a qualidade, a eficácia e a segurança desse tipo de produto. Durante a análise de um dossiê de registro são realizadas avaliações minuciosas, por especialistas, de todos os documentos e estudos que o compõem, como, por exemplo, das informações sobre o desenvolvimento farmacotécnico, do relatório técnico do produto (características de qualidade, dados de fabricação, controle de qualidade e estabilidade) e do relatório de experimentação terapêutica (ensaios não clínicos e clínicos). Essas avaliações são pautadas em marcos regulatórios e legislações vigentes, além de referências bibliográficas científicas, nacionalmente e internacionalmente reconhecidas. A Anvisa ainda participa dos mais importantes fóruns internacionais de discussão técnica, como do Conselho Internacional para Harmonização de Requisitos Técnicos de Produtos Farmacêuticos para Uso Humano (ICH, sigla em inglês). Dessa forma, a Agência está alinhada com as principais diretrizes regulatórias internacionais e adota o estado da arte dos critérios técnicos e regulatórios para a aprovação de medicamentos no país, promovendo e protegendo a saúde da população brasileira." Diretor Romison Mota.

*Com informações de G1.









Leia também

Vídeo - Acidente envolvendo duas motos acontece nesta segunda-feira (7) em Conchal

Um acidente entre duas motocicletas aconteceu nesta manhã de segunda-feira (7), na esquina da Rua Conde de Parnaíba e Rua das Palmas, área central de Conchal. As duas pessoas, uma mulher de 40 anos, que conduzia uma das motocicletas e, um homem com 29 anos, que condizia a outra moto envolvida no acidente, foram socorridos pelo SAMU, com múltiplas escoriações, sem sinal de fraturas e com sinais vitais estáveis. Em seguida foram encaminhados ao Pronto Socorro local.  Um vídeo gravado por câmeras de segurança foi publicado nas redes sociais por moradores próximos ao local. Assista abaixo: 

Vídeo - Assalto com refém nesta quinta (10) termina com 1 criminoso morto e 3 presos em Araras

  Reportagem: Beto Ribeiro Na manhã desta quinta-feira (10), quatro criminosos de São Paulo (SP), ocupando um veículo Toyota/Fielder, produto de roubo invadiram uma residência na Vila Bressan, região central de Araras (SP), e fizeram uma família refém. Assista ao vídeo abaixo. A Polícia Militar foi comunicada sobre o assalto, equipes que estavam de serviço e em treinamento foram rapidamente ao local, e durante a ação de combate ao crime, um dos assaltantes que estava no telhado, acabou sendo alvejado e morto, um foi preso e os outros dois que ficaram no interior do imóvel, se renderam após cerca de duas horas de negociações. Três vítimas foram libertadas e socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), depois de receberem atendimento no local pelo Dr. Agnaldo Píscopo. Equipes do 10º Baep – ​Batalhão de Ações Especiais de Polícia, halicóptero Águia da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Corpo de Bombeiros, também estiveram no apoio da ocorrência.

Hospital de Conchal emite alerta de superlotação na área Covid – “Se continuar nessa proporção, nós teremos que começar a colocar camas nos corredores”, disse diretora do Madre Vannini

Neste domingo (6), a diretora do hospital Madre Vannini, Suelleni Santos, emitiu um alerta através de áudio enviado às autoridades da cidade, informando sobre a superlotação no hospital, na área reservada a tratamento de pacientes com Convid-19. “Nós chegamos até aqui e a nossa capacidade de ocupação de leitos chegou a 100%. Abrimos quatro novos leitos e todos já estão ocupados. Se continuar nessa proporção, nós teremos que começar a colocar camas nos corredores, pois o local destinado aos pacientes com Covid, não comportam mais ninguém” , explicou Suelleni.   No áudio a diretora explicou estar se referindo apenas a área reservada para o tratamento dos pacientes com Covid, não podendo misturar essas pessoas com os demais pacientes que buscam por atendimento devido outras patologias.   “Não temos como misturar fluxo, ou seja, colocar os pacientes com Covid em outros leitos destinados aos pacientes clínicos, pois pode acontecer a contaminação daqueles que vem no hospital por

Covid-19 - Veja como fica o calendário após Governo de SP antecipar datas de vacinação para toda população adulta

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (9) que vai antecipar a vacinação contra Covid-19 do público geral, por faixa etária, e também de diversos grupos prioritários, como trabalhadores da educação e pessoas com deficiência permanente. Em média, cada faixa etária teve sua projeção de vacinação antecipada em cerca de 15 dias, em comparação com o calendário divulgado anteriormente. A partir desta quarta-feira (9) podem se vacinar os profissionais da educação básica com 45 e 46 anos de idade. Já aqueles com idade entre 18 e 44 anos poderão receber o imunizante a partir da próxima sexta-feira (11). Já as grávidas e as puérperas (mulheres que deram a luz há menos de 45 dias) devem receber a vacina a partir desta quinta (10), independente de sua condição de saúde. Antes, a vacinação deste grupo era restrita a mulheres com comorbidades. Também nesta quinta-feira (10) poderão se vacinar as pessoas com deficiência permanente, mas que não recebem o Benefício de Prestação Continua

48 novos casos de Covid-19 são confirmados nesta segunda-feira (7) em Conchal – Ao todo são 158 casos, com 20 hospitalizados, sendo 8 em UTI

Nesta segunda-feira (7), o município de Conchal registou 48 novos casos de Covid-19. A atualização foi publicada no boletim epidemiológico, fornecido pelo Departamento de Saúde do município (veja abaixo). Ao todo o município está com 158 pacientes diagnosticado com a doença, sendo que 20 desses pacientes estão hospitalizados, 8 em UTIs. Nesta tarde, o F5 publicou a matéria em que a diretora do Hospital Madre Vannini, Suelleni Santos, emitiu um alerta quanto a superlotação da área Covid no hospital ( Clique aqui para ler ) . A Unidade Sentinela atendeu 117 pessoas com síndrome gripal nesta segunda. Na semana passada foram 430 atendimentos em apenas 4 dias, segunda, terça, quarta e sexta-feira.      

OS MELHORES FILMES - BAIXE O APP AGORA!

Tudo o que você precisa, em um só lugar

Tudo o que você precisa, em um só lugar
Acesse Amazon

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?
Clique na imagem e nos envie o seu nome e idade

VEJA TAMBÉM

Jovem comete suicídio em Conchal neste domingo (29), um dia após comemorar aniversário

O jovem de aproximadamente 21 anos, morador da cidade de São Paulo, segundo registrado, foi encontrado por uma cidadã conchalense, em uma construção, por volta das 19:10hs, deste domingo (29).   Segundo informações obtidas no local dos fatos pela nossa reportagem e, confirmadas em registro de boletim de ocorrência. Uma cidadã conchalense (Aline), esteve nesta construção, localizada à rua Benedito Novo, no bairro Novo Horizonte, em Conchal, para conhecer o local, onde segundo informações pretendia alugar ou comprar antes mesmo do término da obra.   Chegando ao imóvel em construção, ao entrar em um dos cômodos, a testemunha se deparou com um corpo suspenso, pendurado, enforcado, com uma mangueira em torno do pescoço.   A testemunha acionou a Policia Militar que passava pelo local naquele momento. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a Polícia Cientifica, representada pela perita Mariana, fotógrafo Marco e, a Policia Civil, representada pelo GCM Ivam, que auxilia

Linha com cerol provoca acidente fatal na tarde desta sexta-feira (28) em Conchal

Por volta das 15h40min, desta sexta-feira (28), um homem de 42 anos de idade, morador de Conchal, foi atingido fatalmente por uma linha com cerol, quando passava com sua moto pela Rua dos Battel, próximo a escola Bela Vista, no bairro Esperança 3, em Conchal, SP. Moto da vitima  Segundo testemunhas a vítima ainda conseguiu andar alguns metros, até a esquina com a rua dos Maiochi, lugar onde acabou perdendo os sentidos. O SAMU foi acionado, porém quando chegou ao local foi constatada morte eminente, devido extensa laceração na região do pescoço. A ocorrência ainda está em andamento. A Polícia Militar está no local. O responsável pela linha com cerol que tirou a vida do trabalhador, ainda não foi identificado. Vale lembrar, que a venda e/ou utilização de linha com cerol ou linha chilena, com também é chamada, é crime.     

Homem de 23 anos é assassinado nesta quarta-feira (23) com 3 tiros e 6 facadas em Conchal

O crime aconteceu por volta das 20h25min desta quarta-feira (23), à rua Cândida  Battel, no bairro Jardim Peres, em Conchal.   A Guarda Municipal atendeu a ocorrência com o apoio da Policia Militar.   Segundo informações fornecidas por moradores próximo ao local, a vítima Michael Willian Mendes da Silva, 23 anos, foi abordado por pelo menos dois indivíduos encapuzados.   Michael tentou fugir, mas foi golpeado com pelo menos 6 facadas e três tiros, segundo constatado pela Policia Cientifica que esteve no local dos fatos. A polícia investiga o caso.              

Polícia Militar liberta homem que seria julgado por ‘tribunal do crime’ e prende 11 pessoas em Conchal

Por: Beto Ribeiro Repórter   Na noite de domingo (20), os policiais militares cabo Barros e soldado Consoni, estavam em patrulhamento de Força Tática pelo município de Araras (SP), quando receberam informações via COPOM, que pela cidade de Conchal (SP), estava ocorrendo um suposto "tribunal do crime", em andamento em um bar, pelo bairro Jardim Esperança III. De imediato, foi realizada uma diligência até o local, com o apoio de outras viaturas.   A informação dava conta de que um rapaz havia sido sequestrado e que estava sendo agredido, e provavelmente seria morto, ainda conforme as informações os envolvidos aumentaram o som do estabelecimento, para que os gritos não fossem ouvidos. O local indicado é o conhecido Bar HM, de propriedade de um indivíduo já conhecido nos meios policiais e o estabelecimento é afamado ponto de tráfico.   Defronte ao bar, havia um porco no rolete sendo feito, sendo que ali estavam três indivíduos, os quais, ao perceberem a chegada das vi