Pular para o conteúdo principal

90 dias Grátis

Polícia Militar prende dupla e frustra assalto a um posto de combustíveis em Araras, SP

Na noite de domingo (18), os policiais militares soldado Helson e soldado Mazetto, estavam em patrulhamento pelo município de Araras (SP), e ao passarem pela Avenida Romana Ometto, Jardim Cândida, próximo ao posto Eco Flex, visualizaram dois indivíduos em uma motocicleta, a qual a placa estava com os dois números iniciais homiziados.   De imediato foi iniciado acompanhamento, pela Avenida Ernani Lacerda de Oliveira, no momento da abordagem o garupa dispensou um simulacro de arma de fogo. Realizada revista pessoal nada mais encontrado com os indivíduos. Consultado emplacamento nada constava somente comunicação de venda.   Indagados confessaram que iriam praticar roubo no posto Eco Flex. Diante dos fatos os dois foram conduzidos ao plantão da Central de Polícia Judiciária para maior esclarecimento, onde o delegado presente elaborou auto de exibição e apreensão.   A ação contou com apoio: sargento Ricardo, cabo Santana e soldado Perissato (GCP-2); cabo Murilo e cabo Kirk (viat

OS MELHORES FILMES - BAIXE O APP AGORA!

Supremo permite que construtoras da "lava jato" voltem a participar de licitações



O Tribunal de Contas da União não pode declarar a inidoneidade de empresas que já tenham firmado acordos de leniência com outras instituições. Esse foi o entendimento firmado por maioria pela 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira (30/3) ao conceder mandado de segurança a quatro empreiteiras para suspender a declaração de inidoneidade delas. Os processos tratam das construtoras que participaram de licitação para as obras da usina nuclear Angra 3. Com a decisão, elas voltam a poder participar de licitações — o TCU havia proibido que contratassem com o Poder Público.

 

A Andrade Gutierrez e a UTC alegaram que a sanção de inidoneidade pelo TCU impede o cumprimento dos acordos de leniência, que previam a não punição pelo tribunal. Elas firmaram acordos com a Advocacia-Geral da União, Controladoria-Geral da União e Ministério Público Federal.

 


No caso da Queiroz Galvão, a empresa fechou acordo com o Cade e sustenta que começou a colaborar com o próprio TCU, mas o tribunal reviu a medida e aplicou sanção definitiva. Já a Artec argumenta que a decisão do TCU que a condenou foi baseada apenas em interceptação telefônica, que já foi declarada ilícita pelo próprio Supremo.

 

O julgamento foi iniciado em maio de 2020, quando apresentaram seus votos o relator, ministro Gilmar Mendes, e Luiz Edson Fachin. Na sessão desta terça, os ministros Nunes Marques e Ricardo Lewandowski seguiram o relator. Cármen Lúcia seguiu Fachin e ficou parcialmente vencida.

 

Gilmar Mendes concedeu a segurança em todos os casos para suspender a declaração de inidoneidade das empresas. O ministro afirmou que "a atuação do TCU deve prestigiar acordos do MPF", em respeito à unidade estatal. A interferência do tribunal de contas, disse, pode inviabilizar a celebração de outros acordos no futuro.

 


Em seu voto, o ministro apresentou estudos recentes sobre a coexistência de regimes de leniência e abordou os problemas de assimetria na definição dos requisitos para firmar esse tipo de acordo em cada uma das esferas administrativas.

 

Segundo Gilmar, é necessário fazer uma interpretação conjunta de modo a zelar pelo alinhamento institucional nos acordos e garantir aos colaboradores a previsibilidade das sanções e benefícios premiais.

 

"A concretização desses objetivos — alinhamento institucional e preservação da segurança jurídica — demanda contínuo esforço de diálogo entre os órgãos e entidades imbuídos do combate a atos de macrocriminalidade econômica", afirmou.

 

Além disso, segundo o ministro, a declaração de que uma empresa é inidônea representa uma "verdadeira pena de morte", já que as empresas ficam impossibilitadas de reparar o dano ao erário.

 

Aditamento ao voto

 

No começo da sessão, Gilmar Mendes apresentou aditamento ao seu voto, no qual refletiu sobre a atuação de diversas entidades de controle na celebração e negociação dos acordos de leniência regulados pela Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013).

 

Gilmar lembrou que, em agosto de 2020, um acordo de cooperação técnica para negociação de acordos de leniência foi celebrado entre a Controladoria-Geral da União, a Advocacia-Geral da União, o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Tribunal de Contas da União, sob a supervisão do Supremo Tribunal Federal. O Ministério Público Federal não participou do acordo.

 


O ministro destacou que as principais controvérsias sobre o instrumento se relacionam ao "acordo de leniência do MPF". "A despeito do amplo uso desse instrumento pelo Parquet, considero que este instrumento precisa urgentemente passar por uma reconceptualização, inclusive a partir de eventuais soluções de lege ferenda, a fim de que sua utilidade no combate à corrupção possa ser compatibilizada com os princípios constitucionais da legalidade, da segurança jurídica e da proibição de punição dupla".

 

De acordo com Gilmar, nem a Lei do Cade (Lei 12.259/2011) nem a Lei Anticorrupção atribuem ao Ministério Público a possibilidade de negociar acordos de leniência. Sem previsão legal expressa, citou, a construção do "acordo de leniência do MPF" nasceu de uma interpretação extensiva do ordenamento jurídico idealizada nos primeiros anos de atuação de procuradores da "lava jato" em Curitiba. E isso, a seu ver, gera insegurança jurídica.

 

Assim como a extensão dos efeitos dos acordos de leniência para a esfera penal. Conforme Gilmar, a Lei Anticorrupção só permite que esses compromissos sejam firmados com pessoas jurídicas. No entanto, o MPF passou a estender os efeitos de tais acordos a pessoas físicas, se comprometendo a não apresentar denúncia contra elas.

 


"Ou seja, no meio do caminho entre o acordo de leniência de natureza cível e administrativa (idealmente ancorado na Lei Anticorrupção e na Lei de Improbidade Administrativa) e o acordo de colaboração premiada da esfera criminal (previsto na Lei 12.850/2013), a prática institucional do MP foi delineando uma forma de contemplar, nos acordos de leniência, as repercussões penais dos ilícitos administrativos e cíveis", afirmou o ministro, citando que a solução do MPF foi adotada em diversos compromissos firmados na "lava jato".

 

Gilmar também mencionou que alguns acordos de leniência invadem esferas de competência de outros integrantes do MP, violando o princípio da legalidade. Ele ainda apontou que o MP não pode escolher a destinação dos recursos obtidos em compromissos.

 

"Em todas essas dimensões, verifica-se que a ausência de uma disciplina legal esmiuçada sobre os acordos de leniência do MP tem gerado notáveis focos de insegurança jurídica, diagnóstico este que deve nortear eventual atuação futura do legislador quando o próprio controle realizado pelo Poder Judiciário na apreciação da validade desses acordos", destacou o ministro.

 

Divergência parcial

 

Fachin, por sua vez, acompanhou o relator apenas na concessão da segurança para a Andrade Gutierrez. Nos outros três mandados, o ministro não verificou boa-fé das construtoras ou confiança legítima na celebração dos acordos.

 


"O TCU não pode obstar o cumprimento do pacto das partes, que levaram em consideração a efetividade das informações prestadas para deflagração de investigações criminais e cíveis, bem como em atenção à tutela da confiança legítima daquele que agiu de boa-fé ao confessar a participação de ilícitos", afirmou sobre o caso da Gutierrez.

 

No caso da UTC, o ministro considerou que o ajuste da empresa com a CGU aconteceu depois da decretação da inidoneidade pelo TCU. Para Fachin, tal fato "é relevante para manutenção da sanção".

 

De acordo com o ministro, fica "inviável a aferição da boa-fé e da confiança legítima daquela que aguardou o final dos procedimentos investigatórios pela Corte de Contas para, só então, pretender enquadrar-se na condição de colaboradora, para os fins da Lei 12.846/2013".

 

No voto seguinte, no mandado da Queiroz Galvão, Fachin também entendeu pela inviabilidade da empresa "socorrer-se da via judicial para compelir o Tribunal de Contas da União a firmar um acordo de leniência com a empresa interessada".

 

Por fim, o ministro discordou da alegação da Artec de que apenas as provas declaradas nulas é que ampararam as conclusões do TCU no processo que culminou com a declaração de inidoneidade. Com informações: Consultor Jurídico.






Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?
Clique na imagem e nos envie o seu nome e idade

VEJA TAMBÉM

Polícia persegue criminosos próximo a Conchal e recupera dois veículos Hilux roubados na noite de terça-feira (14)

Três veículos foram roubados em Cosmópolis (SP), na noite de terça-feira (14), no pátio do Detran. Dois veículos foram recuperados pela polícia. Na fuga, houve perseguição pela rodovia Prof. Zeferino Vaz(SP-332), sentido Conchal. Os bandidos que ocupavam um dos veículos, uma Hilux, cor prata, fugiram para o matagal, após abandonarem o automóvel no acostamento próximo ao Km 167. Uma segunda Hilux, também de cor prata, capotou na estrada  que liga Conchal ao município de Araras. O terceiro veículo, ainda não foi encontrado. Até o momento ninguém foi preso.   As melhores séries e filmes você encontra aqui. Role para baixo e clique na imagem da “Prime Vídeo” e veja os melhores pacotes que preparamos para você. 

Governo cria 'fase de transição' e libera comércio e atividades religiosas a partir de domingo em SP - Restaurantes, academias, salões de beleza e atividades culturais podem reabrir a partir do dia 24 de abril. O toque de recolher, das 20h ás 5h, foi mantido.

O governo de São Paulo criou uma nova fase do plano de flexibilização da quarentena, entre a vermelha e a laranja, e autorizou a abertura de comércios e atividades religiosas em horários reduzidos de funcionamento a partir deste domingo (18).   Com a mudança, shoppings e lojas de rua, que só eram autorizadas a abrir a partir da fase laranja, vão poder operar já neste final de semana. O toque de recolher, das 20h às 5h, foi mantido.   Bela é Você! - Loja de Cuidados Pessoais A medida foi definida pela gestão estadual como uma "fase transitória", e prevê a liberação gradual de outros setores da economia até o final de abril. No próximo sábado (24), poderão voltar a operar restaurantes, salões de beleza e academias.   A decisão ocorre após uma leve queda na taxa de internações por Covid-19 no estado, que está em torno de 85% nas UTIs, mas que para especialistas ainda indicam situação crítica do sistema de saúde.   "Para que possamos fazer essa retomada com segur

Detran SP promove mais um leilão online de veículos em Campinas

Campinas terá mais um leilão online em de veículos que estão no Pátio Municipal de Recolhimento e Guarda de Veículos administrado pela Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas). Neste leilão, o terceiro realizado em 2021, serão ofertados 439 lotes entre carros e motos com e sem direito à documentação.   Do total de 212 carros, 70 dão direito à documentação, 94 são sucatas (desmanche) e 48 são para usinagem (prensa). No caso das motos, do total de 227, 125 terão documentação, 29 são sucatas e 73 destinadas para usinagem. A organização é realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP).   O primeiro leilão de 2021 ocorreu nos dias 14 e 15 de janeiro e teve 638 lotes. O segundo leilão ocorreu entre os dias 4 e 5 de março e teve 644 lotes.   O interessado deverá acessar o site sumareleiloes.com.br e realizar o cadastramento. Os lances começam a partir das 10h desta quinta-feira (15) e o fechamento ocorre no dia 28 de abril, a partir das

Policia Militar persegue criminosos após roubo de veículos em pátio do DER - os bandidos que ocupavam a Hilux roubada, fugiram para o matagal, após abandonarem o veículo no acostamento da rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), próximo ao Km 167, sentido Conchal.

Foto: Gean Mendes (F5) De acordo com a informação preliminares, aproximadamente onze indivíduos adentraram o pátio de apreensão de veículos do DER, vindo a roubar pelo menos 3 veículos, sendo 2 Hilux e 1 Fox, na noite desta terça-feira. Após receberem informação via Copom, a Policia Militar saiu na captura, logrando êxito ao conseguir recuperar um dos veículos. Uma Hilux, cor prata. Houve perseguição e os bandidos que ocupavam a Hilux roubada, fugiram para o matagal, após abandonarem o veículo no acostamento da rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), próximo ao Km 167, sentido Conchal. A ocorrência está em andamento, logo traremos mais informações. Esse é o segundo assalto acontecido no mesmo pátio do DER, em menos de trinta dias. No dia 19/03, deste ano, a Policia Militar recuperou 5 veículos roubados do mesmo local.   Na fuga aconteceu troca de tiros, capotamento de veículo e 1 adolescente conduzindo BMW foi apreendido pela Força Tática. Os veículos foram encontrados no Conchal

“Doe quem puder. Pegue quem precisar” - Casal cria barraca de alimentos solidário em Conchal

Uma barraca recheada de produtos alimentícios, com um cartaz escrito, “Doe quem puder. Pegue quem precisar”, foi montada por um casal de comerciantes no dia 04 desde mês, em frente a loja da Honda, próximo ao semáforo da rua Camilo Chagas, em Conchal.   O objetivo é justamente esse, quem puder doar para aqueles que estão passando por necessidade, basta levar o alimento e deixar na barraca. Já, àqueles que estão necessitando de alimentos, basta ir buscar o necessário gratuitamente.   A ideia partiu do casal, Patrícia e Rodrigo, que são proprietários da serralheria Ideal, que também fica localidade próximo ao semáforo da rua Camilo Chagas.   Patrícia contou ao F5, que Rodrigo, seu marido, sentiu que poderia ajudar de alguma forma, ao grande número de conchalenses que passam por necessidade, principalmente neste período da pandemia, provocada pelo coronavirus.   “Na primeira semana fomos ao mercado e compramos aproximadamente R$ 300,00, em alimentos, arroz, feijão, óleo, mac

Já começaram a valer as novas regras nas leis de trânsito. Acesse e veja as principais mudanças

Suspensão da CNH por pontos   Haverá uma escala com três limites de pontuação, para que a CNH seja suspensa:   20 pontos, se o condutor tiver duas ou mais infrações gravíssimas em um período de 12 meses; 30 pontos, se tiver apenas uma infração gravíssima no mesmo período; 40 pontos, se não constar entre as suas infrações nenhuma infração gravíssima nesse intervalo. No caso de motoristas profissionais, a medida foi flexibilizada: eles poderão atingir o limite de 40 pontos independente da natureza das infrações cometidas.   Cadeirinha para crianças   O uso de cadeirinhas ou assento de elevação será obrigatório para crianças de até 10 anos que não atingiram 1,45 metro de altura. O descumprimento continua sendo considerado infração gravíssima, segundo o artigo 168 do CTB, que prevê multa e retenção do veículo até a regularização da situação.   Criança na garupa da moto   Passou de 7 para 10 anos a idade mínima para que crianças possam ser transportadas em moto

Primeira turma dos GCMs de Conchal realiza última etapa de curso de aprimoramento

Aula prática realizada no ginásio de esportes em Conchal. O curso é dividido em três fases, psicológico, teórico e prático. Para evitar aglomeração, por conta da pandemia provocada pelo coronavirus, os GCMs de Conchal foram divididos em duas turmas. A primeira turma iniciou ontem, terça-feira (13), a terceira e última fase do curso. A previsão é que terminem na próxima segunda-feira (19). Já pensou em que vai comprar para a sua Mãe? Clique aqui e veja as melhores opções de presentes Segundo informado pela prefeitura, a primeira turma de GCMs, poderá voltar as atividades normais a partir da próxima semana, após a conclusão e recebimento do laudo que será fornecido por um Agente da Policia Federal.     Ainda na próxima semana, a segunda turma de GCMs, iniciará a terceira fase (prática) do curso. O início está previsto para o dia 20/04. Clique Aqui -  Assista a filmes e séries recomendados para você, incluindo Amazon Originals como The Marvelous Mrs. Maisel, Jack Ryan de Tom Clancy

Polícia apreende 150 pés de maconha em chácara de Artur Nogueira e casal é detido

Aproximadamente 150 pés de maconha estavam na estufa clandestina — Foto: Mariana Avanzzi A Polícia Civil e a Guarda Municipal de Artur Nogueira (SP) apreenderam 150 pés de maconha em uma estufa no condomínio de chácaras Recanto das Palmeiras nesta quinta-feira (15). Policiais chegaram no local após denúncias de vizinhos em decorrência do forte odor.   Um homem de 30 anos e uma mulher de 22 anos foram detidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia da cidade.   O casal também estava com um bebê, que será encaminhado para o Conselho Tutelar se familiares próximos não forem localizados. O homem já tem passagem pela polícia por agressão doméstica.   Inicialmente, a informação passada pelas autoridades policiais era de cerca de 140 pés, mas o número de 150 foi confirmado após contagem na delegacia.   Na casa foram encontradas também balanças de precisão para pesagem da droga, além da estrutura com ar condicionado e iluminação artificial para viabilizar a plantação.  

Conchal vacina 194 profissionais da educação acima de 47 anos de idade contra a Covid-19 no último domingo

A Prefeitura de Conchal seguindo o calendário de vacinação contra a Covid-19 e a disponibilidade de doses enviadas pelo Governo Estadual, vacinou no domingo, dia 11, 194 profissionais da educação com idade acima de 47 anos.   Já pensou em que vai comprar para a sua Mãe? Clique aqui e veja as melhores opções de presentes A aplicação da primeira dose foi realizada na EMEF “Alonso Ferreira de Camargo” com horário programado de acordo com a escola em que o profissional trabalha. Vacinômetro   De acordo com o Departamento Municipal de Saúde, por meio de Informe Epidemiológico Covid-19, disponível no site da Prefeitura, foram aplicadas até o dia 12 de abril de 2021, 3.591 doses.   O próximo grupo a ser imunizado serão os idosos de 67 anos ou mais. A aplicação da primeira dose será nesta quarta-feira, dia 14, das 09h às 14h na EMEF “Alonso Ferreira de Camargo”. Não é preciso agendar e nem chegar bem cedo, pois haverá doses para todos os idosos desta faixa etária. Apenas apresentar R

Polícia Militar prende dupla e frustra assalto a um posto de combustíveis em Araras, SP

Na noite de domingo (18), os policiais militares soldado Helson e soldado Mazetto, estavam em patrulhamento pelo município de Araras (SP), e ao passarem pela Avenida Romana Ometto, Jardim Cândida, próximo ao posto Eco Flex, visualizaram dois indivíduos em uma motocicleta, a qual a placa estava com os dois números iniciais homiziados.   De imediato foi iniciado acompanhamento, pela Avenida Ernani Lacerda de Oliveira, no momento da abordagem o garupa dispensou um simulacro de arma de fogo. Realizada revista pessoal nada mais encontrado com os indivíduos. Consultado emplacamento nada constava somente comunicação de venda.   Indagados confessaram que iriam praticar roubo no posto Eco Flex. Diante dos fatos os dois foram conduzidos ao plantão da Central de Polícia Judiciária para maior esclarecimento, onde o delegado presente elaborou auto de exibição e apreensão.   A ação contou com apoio: sargento Ricardo, cabo Santana e soldado Perissato (GCP-2); cabo Murilo e cabo Kirk (viat