Pular para o conteúdo principal

‘Policiais têm que estar ao lado da Constituição’, diz Major Fabiana sobre participação em atos



Ontem, quarta-feira, 25, o programa Pânico, da Jovem Pan, recebeu a deputada federal Major Fabiana (PSL-RJ). Em entrevista, ela, que integra a base de apoio do presidente Jair Bolsonaro no Congresso, falou sobre a participação de policiais em protestos bolsonaristas e afirmou que a classe foi abandonada por políticos durante décadas.

“Até o fenômeno eleitoral Jair Bolsonaro, e eu falo por experiência própria, o militar que falava de política nos batalhões era considerado subversivo. Quando começamos a despertar e por conta do Jair Bolsonaro nós entendemos que nossa arma é nosso voto, e que através das casas legislativas que a gente vai conseguir resolver nossas demandas… [Há] cicatrizes de décadas de abandono de políticos como um todo”, disse.



“A gente entende que os policiais tem que estar ao lado da Constituição. Somos os principais promotores dos direitos humanos, estar ao lado do cumprimento da lei e ao lado do bem numa hora dessas. É compreensível que o policial se posicione ao lado do presidente Bolsonaro, pois é um presidente que valoriza a segurança pública, e principalmente porque nos últimos 30 anos não entregamos um serviço de qualidade, e se não entregar agora não entrega mais”, continuou.

A deputada Fabiana ainda defendeu as políticas de segurança pública do atual governo e afirmou que a presença de soldados na política é decisiva em discussões acerca dos direitos humanos e da previdência.



“Sou resultado de uma construção de valores que as pessoas queriam ao votar no presidente Bolsonaro. As pessoas foram procurar parlamentares para melhorarem a lei, estamos ali no dia a dia, conhecemos as demandas. Eu vejo hoje uma mudança muito grande, principalmente de paradigma, estamos numa construção de representatividade. É decisivo na reforma da previdência, em reformas da segurança pública e nas comissões de direitos humanos. Todos nós, que somos fornecedores desse serviço, também somos clientes, nós queremos uma segurança pública melhor. Tenho muita gratidão ao presidente Bolsonaro, o país vai dar certo graças a esse cara que se dedica e que quanto mais poder colocam na mão dele, mais pé no chão ele fica. Mas também há uma tropa de homens e mulheres que entregam seu bem mais precioso e, para as condições de trabalho que tem, são policiais de primeiro mundo.”

A Major, que comandou por dois meses a Secretaria de Estado de Vitimados do Rio de Janeiro, órgão especializado nos cuidados de policiais, disse acreditar em políticas educativas para os agentes como combate às milícias.



“Toda vez que eu vejo um caso de corrupção, eu vejo um policial vitimado, está diretamente ligado. Todo o meu trabalho é para construção de uma política pública de retaguarda social e jurídica para apoio aos profissionais da segurança. Vou resolver isso em termos práticos, quando eu levo o ensino superior para dentro dos presídios militares. (…) Ele vai para dentro de um presídio e é abandonado pelo Estado, a família desse cara é uma vítima. Não vai para a milícia e para o tráfico não. Vou colocar esse cara para estudar, fortalecer esses elos com a família dele, focar na saúde mental, existem problemas de depressão, suicídio. O esporte, a cultura e a dança vão te reabilitar. O presidente Bolsonaro vai transformar essa cultura em uma política pública.”

Confira abaixo a entrevista com Major Fabiana:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal

Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos. Solicitamos aos leitores F5 que utilizam o transporte público em Conchal, para que nos comunique através do número de WhatsApp (19) 99153 0445, se forem encontradas divergências nos horários publicados abaixo, para que possamos editar. Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os hor

Tragédia no Trânsito de Conchal Deixa Mulher Morta e Família Clama por Justiça – Outros Quatro Acidentes Aconteceram no Final de Semana no Município

Um trágico acidente ocorrido na noite deste domingo (03) abalou a cidade de Conchal, deixando uma mulher de 56 anos morta. Neide Benedita de Campos foi atropelada enquanto atravessava a pé a avenida João Paulo II. O veículo envolvido, uma BMW branca, deixou o local do acidente. Segundo relatos de familiares ao F5, Neide estava a caminho da igreja quando foi atingida pelo veículo. Apesar dos esforços do SAMU, que a socorreu e a levou ao Pronto Socorro do hospital Madre Vannini, ela não resistiu aos ferimentos e veio a óbito pouco tempo após dar entrada. O motorista da BMW fugiu do local, mas populares anotaram a placa do veículo. A polícia já identificou o proprietário, que teria emprestado o carro a um amigo no momento do acidente. O condutor, conforme apurado pelo F5 nesta manhã de segunda-feira (04), deve se apresentar à polícia. A família da vítima clama por justiça, expressando preocupação de que a conexão do veículo com uma pessoa conhecida na cidade possa influenc

Acidente envolvendo dois veículos causa a morte de duas vítimas na Rod. Prof. Zeferino Vaz em Tujuguaba (Conchal)

  Duas pessoas perderam a vida e outras duas ficaram feridas na tarde desta quinta-feira (12), em um acidente envolvendo dois veículos na Rodovia Professor Zeferino Vaz, próximo ao distrito de Tujuguaba. O acidente aconteceu por volta das 17h30min, no   Km 174+900 da rodovia, no sentido Sul, em direção a Engenheiro Coelho. Os veículos, uma Amarok e uma Saveiro, seguiam no mesmo sentido quando a colisão ocorreu. No veículo Amarok, estavam um homem e uma mulher, que, apesar de sofrerem ferimentos leves, foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhados ao Hospital Madre Vannini, em Conchal. Suas identidades não foram divulgadas, porém, são moradores de Conchal. Infelizmente, a tragédia se abateu sobre os ocupantes da Saveiro, onde estavam dois homens que não resistiram aos ferimentos e entraram em óbito ainda no local do acidente. Os nomes das vítimas fatais e informações sobre suas origens ainda estão sob investigação, e seus corpos for