Pular para o conteúdo principal

Correspondente Caixa atenderá 150 pessoas por dia em levantamento de déficit habitacional de Conchal – A correspondente está devidamente legalizada e autorizada pela Caixa Econômica Federal para a realização do trabalho, Veja como funciona;



A corresponde da Caixa Econômica Federal, que está realizado desde ontem (20), em Conchal, o levantamento de déficit habitacional do município, estará atendendo apenas 150 pessoas por dia, a partir desta quarta-feira (22).

Ildacy Botelho, responsável pelo trabalho, diz que não há necessidade das pessoas se desesperarem para conseguir realizar o cadastro.

Ficaremos aqui {na biblioteca} até conseguirmos atender a todos. Se tiver necessidade, prorrogaremos a data que estava prevista para o término do trabalho {sábado (25)}, até que possamos atender toda a demanda da cidade”, disse Ildacy

Ontem (20), primeiro dia dos trabalhos, uma verdadeira multidão se reuniu nas imediações da biblioteca do município. Hoje (21), até as 14hs, horário que o F5 estava por lá, a equipe do CAIXAAQUI / Grupo IBX Soluções e Negócios, conseguiu atender um público maior do que o de ontem, com mais tranquilidade evitando transtornos.

Hoje (21), o atendimento deu início às 9hs e seguirá até às 19hs.

As senhas serão distribuídas à medida que as pessoas forem chegando, não ultrapassando o limite de 150 pessoas por dia.

Dia e horário de atendimento

Para essa semana ficou definido o atendimento da seguinte forma:

·       Quarta, quinta e sexta-feira, das 9hs às 19hs

·       Sábado, das 8hs às 16hs

·       Local: Biblioteca Municipal - R. Francisco Ferreira Alves, 218 - Centro

Havendo a necessidade, os atendimentos continuaram sendo realizados na próxima semana, no mesmo local ou em outro espaço que será anunciado com antecedência.

Documentos necessários

·       CPF

·       RG

·       Compromete de residência

·       Comprovante de renda

Em caso de a pessoa não ter o holerite, por não trabalhar registrado em uma empresa, é permitido a comprovação por meio de extratos bancários ou fatura de cartão de crédito, por exemplo.

Isso porque grande parte da população trabalha na informalidade, principalmente após a pandemia provocada pelo Covid-19, porém nem por isso, deixa de ter como comprovar os ganhos.

Objetivo

·       O objetivo é saber o número de casas que faltam para atender as necessidades de moradia da população conchalense.

·       A empresa também tem como meta, "orientar" aqueles que não possuem casa própria e, analisar as condições financeiras e documentais de cada inscrito, para estudos a fim de contribuir para que o cidadão conquiste um imóvel.

ATENÇÂO:

·       O cadastramento que está sendo realizado no município, “não se trata de inscrições para sorteios de casas próprias”.

·       Não é cobrado nenhuma taxa

Entenda

O que é déficit habitacional?

O termo déficit habitacional é utilizado para se referir a um determinado número de famílias que vivem em condições de moradia precárias em uma região – seja um bairro, uma cidade, estado ou um país, ou que não possuem qualquer moradia.

São consideradas moradias inadequadas aquelas construídas com materiais não duráveis ou improvisados, que estão em risco, que possuam um número excessivo de pessoas vivendo em um pequeno espaço – como no caso da coabitação, ou aquelas que não foram construídas com o objetivo de serem habitadas por uma família.

É importante que você saiba que as moradias não adequadas, que estão associadas à qualidade de vida oferecida ao indivíduo que nelas residem, especificamente, não recebem a classificação de habitação precária. Portanto, moradias que não possuem esgoto, luz, água encanada, ou carecem de serviços básicos não participam do cálculo do déficit habitacional.

Como esse déficit habitacional é calculado?

O déficit habitacional é calculado a partir de quatro componentes que, somados, permitem compreender de maneira mais completa a necessidade de novas habitações em determinada região, de acordo com cada parâmetro analisado.

O primeiro componente do déficit habitacional diz respeito às habitações e domicílios precários, como as habitações improvisadas – como carros, barcos, barracas – e casas construídas sem parede de alvenaria ou madeira, que costumam resultar em insalubridade e proliferação de doenças.

O segundo parâmetro analisado é a coabitação familiar, que ocorre quando duas ou mais famílias convivem juntas em um mesmo ambiente no qual não dispõem de liberdade e privacidade – fazendo-se necessário, consequentemente, a construção de novas moradias.

Já o terceiro componente do déficit habitacional é o ônus excessivo do custo do aluguel urbano para famílias que possuem renda de até três salários mínimos e que gastam, no mínimo, 30% de sua renda com aluguel do imóvel onde vivem.

O quarto e último parâmetro que compõe o cálculo do déficit habitacional é a quantidade – ou adensamento – excessivo de moradores por dormitório em imóveis alugados. São considerados, neste parâmetro, os domicílios alugados que possuem mais de três moradores por dormitório.

Juntos, os quatro componentes permitem a análise e avaliação do déficit habitacional de determinada região e, posteriormente, a criação de políticas públicas que tenham como objetivo diminuir este déficit habitacional por meio de construção de moradias – como os programas habitacionais do Governo Federal.

Assista abaixo a coletiva de imprensa do lançamento do programa “Casa Verde e Amarela”. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal

Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos. Solicitamos aos leitores F5 que utilizam o transporte público em Conchal, para que nos comunique através do número de WhatsApp (19) 99153 0445, se forem encontradas divergências nos horários publicados abaixo, para que possamos editar. Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os hor

Tragédia no Trânsito de Conchal Deixa Mulher Morta e Família Clama por Justiça – Outros Quatro Acidentes Aconteceram no Final de Semana no Município

Um trágico acidente ocorrido na noite deste domingo (03) abalou a cidade de Conchal, deixando uma mulher de 56 anos morta. Neide Benedita de Campos foi atropelada enquanto atravessava a pé a avenida João Paulo II. O veículo envolvido, uma BMW branca, deixou o local do acidente. Segundo relatos de familiares ao F5, Neide estava a caminho da igreja quando foi atingida pelo veículo. Apesar dos esforços do SAMU, que a socorreu e a levou ao Pronto Socorro do hospital Madre Vannini, ela não resistiu aos ferimentos e veio a óbito pouco tempo após dar entrada. O motorista da BMW fugiu do local, mas populares anotaram a placa do veículo. A polícia já identificou o proprietário, que teria emprestado o carro a um amigo no momento do acidente. O condutor, conforme apurado pelo F5 nesta manhã de segunda-feira (04), deve se apresentar à polícia. A família da vítima clama por justiça, expressando preocupação de que a conexão do veículo com uma pessoa conhecida na cidade possa influenc

Acidente envolvendo dois veículos causa a morte de duas vítimas na Rod. Prof. Zeferino Vaz em Tujuguaba (Conchal)

  Duas pessoas perderam a vida e outras duas ficaram feridas na tarde desta quinta-feira (12), em um acidente envolvendo dois veículos na Rodovia Professor Zeferino Vaz, próximo ao distrito de Tujuguaba. O acidente aconteceu por volta das 17h30min, no   Km 174+900 da rodovia, no sentido Sul, em direção a Engenheiro Coelho. Os veículos, uma Amarok e uma Saveiro, seguiam no mesmo sentido quando a colisão ocorreu. No veículo Amarok, estavam um homem e uma mulher, que, apesar de sofrerem ferimentos leves, foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhados ao Hospital Madre Vannini, em Conchal. Suas identidades não foram divulgadas, porém, são moradores de Conchal. Infelizmente, a tragédia se abateu sobre os ocupantes da Saveiro, onde estavam dois homens que não resistiram aos ferimentos e entraram em óbito ainda no local do acidente. Os nomes das vítimas fatais e informações sobre suas origens ainda estão sob investigação, e seus corpos for