Pular para o conteúdo principal

Mudanças Climáticas podem criar o primeiro deserto no Brasil


Nesta semana, é celebrado o Dia Mundial de Combate à Seca e à Desertificação e reforça os desafios do Brasil em relação à degradação ambiental e à perda de terras produtivas. Estudos mostram que o país pode ter a primeira área com clima de deserto. Regiões como o semiárido nordestino e partes do Cerrado já sofrem com condições climáticas extremas, incluindo secas prolongadas e o aumento da temperatura média, que criam um ambiente propício para a desertificação. Pesquisadores acreditam que, nos próximos anos, a região árida pode triplicar de tamanho no país. No nordeste, é comum  ver quase que uma ausência de verde, mas estudos demonstram que por lá e também no cerrado, o clima está cada vez mais semelhante a um deserto, tornando as terras improdutivas. Segundo pesquisa do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e do Cemanden (Centro de Monitoramento de Desastres), a região considerada semiárida no Brasil teve um aumento de 226 mil km², nos ultimos 60 anos. Entre 1990 e 2020, houve o surgimento de uma área mais árida de quase 5.763 km², o que equivale a extensão de todo o território Distrito Federal. O aumento da área seca abrange principalmente Bahia e Pernambuco.

Essa mudança transforma terras férteis em áreas áridas, o que tem implicações socioeconômicas significativas e afeta a segurança alimentar, o acesso à água potável e o sustento de milhões de pessoas que dependem da agricultura de subsistência nessas regiões. Além disso, a perda de biodiversidade e a degradação dos ecossistemas comprometem a resiliência ambiental do país como um todo. Um dos principais impactos das mudanças climáticas no Brasil é a alteração nos padrões de chuvas, com aumento de periodos de estiagem cada vez mais longos e a desertificação não afeta apenas o meio ambiente, mas também tem sérias consequências sociais e econômicas, como a perda de terras agricultáveis, migrações forçadas e aumento das desigualdades socioeconômicas.

Ações concretas para combater a desertificação muitas vezes enfrentam desafios estruturais, como a falta de investimentos adequados em práticas sustentáveis de uso da terra, a burocracia na implementação de políticas ambientais e a resistência de interesses econômicos contrários à conservação ambiental. O processo de desertificação está se tornando mais acelarado por causa do aquecimento global e é essencial investir em tecnologias e práticas agrícolas resilientes ao clima,  buscar cooperação internacional na criação de soluções, além de fortalecer a educação ambiental, conscientizando a população sobre os impactos de solos mais áridos.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal

Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos. Solicitamos aos leitores F5 que utilizam o transporte público em Conchal, para que nos comunique através do número de WhatsApp (19) 99153 0445, se forem encontradas divergências nos horários publicados abaixo, para que possamos editar. Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os hor

Tragédia no Trânsito de Conchal Deixa Mulher Morta e Família Clama por Justiça – Outros Quatro Acidentes Aconteceram no Final de Semana no Município

Um trágico acidente ocorrido na noite deste domingo (03) abalou a cidade de Conchal, deixando uma mulher de 56 anos morta. Neide Benedita de Campos foi atropelada enquanto atravessava a pé a avenida João Paulo II. O veículo envolvido, uma BMW branca, deixou o local do acidente. Segundo relatos de familiares ao F5, Neide estava a caminho da igreja quando foi atingida pelo veículo. Apesar dos esforços do SAMU, que a socorreu e a levou ao Pronto Socorro do hospital Madre Vannini, ela não resistiu aos ferimentos e veio a óbito pouco tempo após dar entrada. O motorista da BMW fugiu do local, mas populares anotaram a placa do veículo. A polícia já identificou o proprietário, que teria emprestado o carro a um amigo no momento do acidente. O condutor, conforme apurado pelo F5 nesta manhã de segunda-feira (04), deve se apresentar à polícia. A família da vítima clama por justiça, expressando preocupação de que a conexão do veículo com uma pessoa conhecida na cidade possa influenc

Acidente envolvendo dois veículos causa a morte de duas vítimas na Rod. Prof. Zeferino Vaz em Tujuguaba (Conchal)

  Duas pessoas perderam a vida e outras duas ficaram feridas na tarde desta quinta-feira (12), em um acidente envolvendo dois veículos na Rodovia Professor Zeferino Vaz, próximo ao distrito de Tujuguaba. O acidente aconteceu por volta das 17h30min, no   Km 174+900 da rodovia, no sentido Sul, em direção a Engenheiro Coelho. Os veículos, uma Amarok e uma Saveiro, seguiam no mesmo sentido quando a colisão ocorreu. No veículo Amarok, estavam um homem e uma mulher, que, apesar de sofrerem ferimentos leves, foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhados ao Hospital Madre Vannini, em Conchal. Suas identidades não foram divulgadas, porém, são moradores de Conchal. Infelizmente, a tragédia se abateu sobre os ocupantes da Saveiro, onde estavam dois homens que não resistiram aos ferimentos e entraram em óbito ainda no local do acidente. Os nomes das vítimas fatais e informações sobre suas origens ainda estão sob investigação, e seus corpos for