A celebração de Corphus Christi

Colaboração: Professor Tom Rufino
Imagens: Celebração na Paróquia Nossa Senhora Aparecida dia 15/06/2017.

Para muitos, um feriado. Para nós, (eu sou católico), Cristãos Católicos é um dia Santo. A Festa de Corpus Christi surgiu no século XIII, na Europa, mais especificamente, na Bélgica, onde consta que, uma freira tinha visões e, nessas visões, Jesus aparecia para essa freira e, pedia uma festa anual em louvor e honra à Sagrada Eucaristia. Ainda na Europa, na Itália, na Cripta de Santa Cristina, um padre, Pedro de Praga, celebrava uma missa onde, aconteceu um milagre eucarístico. Diziam que o referido padre teria duvidado da presença real de Jesus Cristo, na Eucaristia. A hóstia, depois de consagrada, transformou-se em carne (depois de exames realizados, confirmou-se ser carne do miocárdio), começaram a cair gotas de sangue (também realizados exames, confirmou-se ser sangue humano do tipo AB, característico de 95% dos judeus). Na época o Papa era Urbano IV que, ordenou ao Bispo que, imediatamente levasse as relíquias desse milagre até Orvieto, residência do Papa Urbano. Isso foi feito em procissão e, quando o Papa foi ao encontro da procissão disse as palavras “CORPUS CHRISTI”. Mesmo com o milagre comprovado, durante muito tempo surgiram várias controvérsias sobre o acontecido. Em junho de 1246, a Festa de Corpus Christi foi instituída. Em outubro de 1264, o Papa Urbano IV, estendeu a festa para toda a igreja. A Eucaristia é o memorial sempre novo e vivo dos sofrimentos de Jesus por nós. Mesmo separando o Corpo e o Sangue de Cristo, Jesus se conserva inteiro em cada uma das espécies, mesmo que fracionada. O Centro da missa (celebrações), sempre será a Eucaristia. É por ela, especialmente pelo pão, sinal do alimento que fortifica a alma, que tomamos parte da vida divina, nos unindo a Jesus e, por Ele, ao Pai, no amor do Espírito Santo.   A festa de Corpus Christi, é um dia especial para fazermos uma reflexão profunda em nossas vidas de como está o nosso relacionamento com nossos irmãos, principalmente os menos favorecidos, se praticamos a caridade, estamos promovendo a paz?  Muito sábias as palavras do Padre Luciano Alves, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Conchal-SP, em sua homilia, no dia da Celebração de Corpus Christi (15/06/2017): “Quantos corações partidos, pela presença das drogas nas nossas famílias, na nossa sociedade, pela corrupção, pelas propinas, pelos irmãos que deixaram de frequentar a igreja” ... É importante que reconheçamos a presença real de Jesus Cristo em nosso meio e crermos na sua presença real na Eucaristia...  Ainda, segundo o Padre Luciano, a Celebração de Corpus Christi é para vista, sentida e vivida. Os tapetes, mosaicos, representam situações e valores do cotidiano, como por exemplo, a CARIDADE, PERDÃO, UNIÃO, PAZ, HARMONIA, FAMÍLIA, RESPEITO, EDUCAÇÃO,  CATEQUESE, PASTORAIS...













 f5conchal@gmail.com - WhatsApp 19 99153 0445 no Facebook https://www.facebook.com/f5conchal/






Comentários

Leia também...

Veículo atropela jovem com bicicleta em Conchal

Quatro ex-coroinhas denunciam padre Leandro Ricardo por abuso sexual em Araras, SP

Reforma da Previdência - Professores, policiais federais e trabalhadores rurais terão idade mínima igual para homens e mulheres

Rio Tietê transborda após chuva e lixo invade ruas de Salto (SP)

Brasil - Carnaval deve movimentar R$ 6,78 bilhões e gerar 23,6 mil vagas temporárias, prevê CNC

Sinalização do pedágio automático nas rodovias tem readequação

Jovem que teve testa tatuada em 2017 é detido por suspeita de furto em São Bernardo do Campo, SP

PEC 287 - Coronel Elias Miler da Silva, rejeitou chamar essas diferenciações de privilégios, afirmando se tratar de “medidas compensatórias"

Ex-policial militar é morto durante troca de tiros com a PM em Conchal

Conchal - Sua conta de água veio com valores acima do normal? Saiba como proceder

Todas as Publicações

Mostrar mais