Crescendo com a Região




Atender as necessidades dos clientes e proporcionar qualidade de vida em família. É com esse lema que a Ponto Alto se consolidou como uma das empresas de desenvolvimento imobiliário urbano mais atuantes do interior do Estado de São Paulo. De 2010, ano de fundação, até hoje, são 11 empreendimentos oferecidos pela Ponto Alto, que resultaram em mais de 5 mil lotes comercializados por diversas cidades da região.

Fruto da sociedade formada por um empresário de Mogi Mirim e outro de São João da Boa Vista, ambos com experiência de anos na área de infraestrutura urbana, a Ponto Alto é especializada na implantação de loteamentos residenciais de interesse social, voltados para programas habitacionais, loteamentos residenciais populares, comerciais e mistos, loteamentos residenciais de médio e alto padrão, e loteamentos industriais.

A empresa é fundamentada no cumprimento de suas obrigações e prazos, e com muita responsabilidade, busca a cada dia a satisfação de seus clientes, parceiros, empreendedores, investidores e colaboradores. Dentro desse propósito, a Ponto Alto prima pelo planejamento de urbanização a cada projeto, sempre inovando para que haja o fomento social do local.

Nos loteamentos oferecidos aos consumidores, a empresa também sempre disponibiliza lotes para a instalação de empreendimentos comerciais, favorecendo, desta maneira, o desenvolvimento da infraestrutura urbana, bem como a geração de emprego e renda na região.

A Ponto Alto também está sempre antenada às necessidades do consumidor. Hoje em dia, a escolha de uma moradia está estritamente ligada à segurança e a qualidade de vida.

Em Tujuguaba, distrito de Conchal, a empresa prepara o Residencial Alto da Mata. Será um empreendimento residencial fechado com completa infraestrutura urbana, áreas de lazer e paisagismo. O local disponibilizará um pátio de 540 m² para estacionamento de tratores agrícolas, já que o loteamento foi projetado para abrigar agricultores que, devido a insegurança, querem trocar a moradia rural pela urbana.

Mais do que um lugar seguro, está a escolha de um empreendimento com localização privilegiada e que ainda possa manter as relações familiares. Por essa a razão, a Ponto Alto tem se preocupado em disponibilizar lotes em locais que ofereçam a tranquilidade para se morar, sem abrir mão das facilidades da vida urbana.

Além disso, todos os projetos da Ponto Alto são periodicamente analisados por sua administração e suas atividades estão integradas à atual situação do mercado imobiliário nacional. Por isso, dentro do cenário econômico nacional, a empresa procura se adequar à realidade financeiras dos clientes, sendo flexível no sentido de oferecer condições para que o consumidor possa honrar seus compromissos, sem deixar de lado a qualidade de vida.

Com essa filosofia de trabalho, não é difícil entender o avanço da Ponto Alto pela região. A empresa atua em São João da Boa Vista, Mogi Guaçu, Conchal e Estiva. E mantém projetos de implantação em Artur Nogueira, Jaguariúna, Mogi Mirim e Vargem Grande do Sul. Desde o primeiro loteamento entregue, o Tulipas, em 2010, já são 11 empreendimentos. Seis executados, três em obras e dois em lançamento para o segundo semestre deste ano. E a Ponto Alto já projeta outros três para 2019.

Tudo isso é resultado da credibilidade construída ao longo dos oito anos de mercado e da valorização em cada serviço realizado. E foi pensando nessa relação com o consumidor que a Ponto Alto criou a T&S, uma empresa de infraestrutura, capaz de realizar todas as etapas de um loteamento, do levantamento topográfico até a pavimentação.

Conheça mais: Ponto Alto Empreendimentos Imobiliários. www.pontoaltoempreendimentos.com.br



Comentários

Leia também...

Em dois dias Policia Civil prende 7 pessoas em Conchal

Ônibus cai em ribanceira e deixa mortos na BR-146, no Alto Paranaíba. Ônibus partiu de Conchal/SP e seguia para o Ceará.

ELEIÇÕES CHEGANDO - Baixe Agora o Detector de Corruptos com reconhecimento facial e veja como funciona

Ensino domiciliar só pode ser autorizado por lei específica, decide Supremo

Comissão aprova MP que destina R$ 4,7 bi a hospitais filantrópicos e Santas Casas

Candidato à `presidência, Jair Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz Fora

Trabalhadora falta a audiência e é condenada a pagar R$ 47,5 mil a empresa

PLANTÃO DE VENDAS NO LOCAL

PLANTÃO DE VENDAS NO LOCAL
VISITE O APARTAMENTO DECORADO