Novidade!

Namorada mandou matar PM após vê-lo em vídeo íntimo com a filha dela, diz Polícia Civil

Mulher foi presa junto com a filha mais velha por suspeita de envolvimento na morte do policial. Tio da namorada do PM é suspeito de matar policial a marretada e queimar corpo.

Cabo da PM Elias Matias Ribeiro foi morto em crime passional em Araraquara — Foto: Reprodução/EPTV


A morte do cabo da Polícia Militar de Araraquara (SP) Elias Matias Ribeiro, de 49 anos, teve a participação da namorada dele, da filha mais velha dela e do tio da mulher, segundo o delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Fernando Bravo.

De acordo com Bravo, o crime teve motivação passional, após a namorada do policial ver um vídeo íntimo entre ele e a filha mais nova dela, de 20 anos.

Jaciane Maria, de 40 anos, e Larissa Marques, de 22, foram presas na tarde de terça-feira e confessaram o crime. Elas ainda não apresentaram advogado de defesa. O tio foi preso nesta quarta-feira (5) e confessou ter matado o PM com cinco marretadas.

Relação com mãe e filha

Jaciane disse ao delegado que teve a ajuda de um tio para matar o cabo, com quem se relacionava havia cerca de cinco meses.


Na noite de segunda-feira (3), ela convidou o namorado para dormir na casa dela. Quando a vítima estava dormindo, o tio da mulher entrou na casa e deu a marretada que matou o PM.

Larrisa (à esquerda), Jaciane e o cabo Elias Matias Ribeiro em Araraquara — Foto: Reprodução/Facebook

"O motivo foi passional. Elas foram apresentadas na DIG e confessaram o crime. A mãe esclareceu que namorava a vítima há 5 meses e, durante o relacionamento, ele passou a namorar a filha mais nova. Ela viu um vídeo sexual dos dois e combinou com o tio de matar a vítima", afirmou Bravo.


Com a ajuda a filha mais velha, eles colocaram o corpo no carro do próprio policial, junto com o colchão ensanguentado e dirigiram até um canavial entre Araraquara e Américo Brasiliense, onde colocaram fogo no veículo.

Na casa do tio, um pedreiro de 54 anos, a polícia encontrou a marreta usada no crime. O homem ainda não foi localizado.

As duas mulheres tiveram a prisão preventiva solicitada pela polícia e aguardam posicionamento da Justiça.


Elas serão indiciadas por homicídio qualificado, por motivo fútil, recurso que impediu a defesa da vítima, além da destruição do corpo.

Segundo a Polícia Civil, a irmã mais nova foi ouvida pelos investigadores em casa e não foi levada para a delegacia porque ela não sabia e não teve participação no crime.

Corpo carbonizado
O carro do policial, um SUV Tucson, foi encontrado em chamas por volta das 3h desta terça em um canavial próximo à vicinal de acesso à Rodovia Antônio Machado Santana (SP-255), entre Américo Brasiliense e Araraquara.

O corpo carbonizado foi encontrado dentro do carro incendiado e, por conta do estado, a polícia pediu exame da arcada dentária.

Segundo o comandante da PM de Araraquara, tenente-coronel Adalberto José Ferreira, o corpo estava no banco de trás do veículo, junto com um colchão e o colete à prova de balas. No banco da frente, foram encontrados a arma, algemas, e carregadores.

O cabo trabalhava no 13º batalhão em Araraquara. Ele era motorista do comandante e faltava um mês para que fosse para a reserva. Ainda não há previsão para velório e enterro.



Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Campanha da Acico distribui quase R$ 60 mil em prêmios

Vagabundo rouba cadeirante e acaba preso em flagrante pela PM em Conchal, SP

Prefeitura de Conchal se prepara para vacinação contra Covid-19 – O F5 entrevistou o diretor do departamento de saúde do município. Wagner Lozano deu mais detalhes sobre esse e outros assuntos relacionados ao setor

Casal se perde no meio do mato e é resgatado pela Polícia Militar na zona rural de Araras, SP

Polícia Militar desmonta centro de associação ao tráfico em Leme

Quem são as pessoas que não podem tomar vacina contra covid

Polícia Militar aborda veículo com “pé” para fora do porta-malas na Rodovia Anhanguera em Araras, SP

Prefeitura de Conchal inicia obras de manutenção no prédio do Cemec

Força Tática captura procurado por tráfico de drogas e realiza flagrante de porte Ilegal de arma de fogo durante patrulhamento em Araras, SP

Covas pede ao Ministério da Saúde que professores sejam priorizados na vacinação contra Covid-19

Todas as Publicações

Mostrar mais