Pular para o conteúdo principal

Doria assina contrato para 46 milhões de doses da vacina chinesa e diz que médicos serão vacinados neste ano




O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinou nesta quarta-feira (30) um contrato com o laboratório chinês Sinovac para o recebimento de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida pela empresa em parceria com o Instituto Butantan. O anúncio de que o Instituto Butantan seria parceiro de um laboratório chinês para a produção de uma vacina contra o coronavírus foi feito há mais de três meses, em 11 de junho.

O acordo foi assinado por Doria e Weining Meng, diretor do laboratório Sinovac, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta. No mesmo evento, o governador anunciou que a vacinação de profissionais de saúde deve ter início em 15 de dezembro.



"O início da vacinação, previsto até aqui para começar no dia 15 de dezembro, em São Paulo, com os profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, paramédicos, aqueles que atuam em hospitais públicos e privados e em todas as unidades de saúde, unidades públicas, municipais, estaduais e do governo do estado de São Paulo", disse Doria.

A vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o instituto, ainda está em testes entre profissionais de saúde brasileiros. Até agora, 7 mil voluntários já participaram da pesquisa, segundo anunciou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, nesta quarta. A meta é envolver 13 mil pessoas na pesquisa.



Em relação ao valor pago pelo estado de SP para a Sinovac, Doria disse que o contrato assinado nesta quarta é de 90 milhões de dólares. Até dezembro, a farmacêutica vai enviar 6 milhões de doses da vacina já prontas, enquanto outras 40 milhões serão envasadas em São Paulo, segundo o governo.

No entanto, o governador não esclareceu se esse valor é relativo apenas à compra das 46 milhões de doses que devem chegar em 2020, ou se também inclui doses que devem ser entregues apenas em 2021. Doria também não afirmou se o valor de 90 milhões de dólares se soma aos R$ 85 milhões que, em junho, o governo estadual declarou que havia pago pelo acordo.

Durante o evento de assinatura do acordo, Weining Meng, diretor do laboratório Sinovac, disse que o objetivo é trazer vacina suficiente para todo o país.



"Trabalhando em conjunto com o Butantan, nossa meta é simples: nós vamos trazer vacina suficiente para o Brasil. O mais importante, nós também vamos trazer vacina acessível para cá, para beneficiar todo mundo nesse país contra a pandemia da Covid-19. Nós realmente esperamos que no futuro com nossa vacina e com outras grandes contribuições possamos fazer com que as pessoas voltem à vida normal", disse Meng.

Na semana passada, o governador já havia prometido que toda a população do estado vai receber a vacina contra a Covid-19 até fevereiro de 2021. Ele disse que há um "plano alternativo" para o estado de SP, caso não haja acordo com o governo federal para a distribuição nacional.

Em julho, o governador havia declarado que a vacina seria distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para milhões de brasileiros, não apenas em São Paulo. Ao apresentar o projeto desta vacina para o Ministério da Saúde, em agosto, Dimas Covas, diretor do Butantan, também afirmou que "a vacina é para brasileiros, não é para paulistas".



Nesta quarta, Doria voltou a falar sobre a distribuição da CoronaVac e afirmou que deseja que a importação seja feita em parceria com o governo federal, mas que, caso não haja acordo, São Paulo fará a imunização estadual.

"Se pudermos fazer, faremos em conjunto com o governo federal através do Ministério da Saúde, esse é o nosso desejo, essa é a nossa expetativa. Não vejo motivo para que o ministério não atue nesse sentido. Não há razão para rompimentos ou rupturas. Mas quero deixar claro também, se houver uma circunstância deste tipo, repito, não é a perspectiva que temos nem as indicações que possuímos mas, se tivermos atitude de ordem política, ideológica e discriminatória em relação a São Paulo, São Paulo faz a importação e imunização dos brasileiros aqui em São Paulo", disse Doria.

O acordo com o laboratório chinês prevê o envio de doses prontas da CoronaVac, fabricadas na China, além da transferência de tecnologia para que o Butantan possa fabricá-las em território nacional no futuro.



O estado de São Paulo tem cerca de 44 milhões de habitantes, segundo o IBGE. Os testes da CoronaVac em voluntários são feitos com pelo menos duas doses da vacina por pessoa.

Liberação com 50% de eficácia

Na última sexta-feira (25), Dimas Covas declarou que o governo de São Paulo vai pedir para a Anvisa a liberação de uso emergencial da CoronaVac caso a vacina demonstre eficácia de pelo menos 50% em análise preliminar.

A eficácia de 50% não é, necessariamente, o objetivo final da vacina, mas um valor mínimo a ser obtido em uma análise interina que deve ocorrer até novembro. Essa análise compara quantos voluntários tiveram coronavírus entre aqueles que tomaram a vacina e aqueles que tomaram placebo.



O estudo de fase 3 divide os voluntários em dois grupos iguais: metade dos participantes toma a vacina e a outra metade, um placebo. Os participantes não sabem a qual grupo pertencem. Para que a análise interina da CoronaVac seja feita, é necessário que pelo menos 61 casos de Covid-19 ocorram entre os 13 mil voluntários, sejam eles membros do grupo que tomou vacina ou do chamado grupo de controle.

"Então, se nessas 13 mil pessoas que vão ser vacinadas, que estão em processo de vacinação, o que acontecerá até o dia 15 de outubro, se nessas 13 mil nós tivermos 61 casos de Covid-19, nós podemos fazer a análise interina, ou seja, a primeira análise da eficácia da vacina. É uma análise mais rigorosa e, se passar nessa primeira análise, nós podemos prosseguir com o registro", explicou Dimas Covas.
O estudo deve ter ainda uma segunda análise, chamada de análise primária, que é feita quando o número de casos confirmados de Covid-19 entre os 13 mil voluntários chegar a 154 casos.



"Caso ainda persista alguma dúvida nós vamos para a análise primária que é quando nós atingimos 154 casos e aí seguramente o objetivo é demonstrar uma eficácia de no mínimo 50%. Com esses dados, com essa eficácia demonstrada, seja com 61 ou com 164, os dados são oferecidos a Anvisa que vai analisar todo o dossiê", explicou Dimas Covas.

A escolha de profissionais de saúde para os testes no Brasil pode acelerar a execução das análises preliminares, já que o grupo é naturalmente mais exposto ao coronavírus e, por isso, demora menos tempo até que os casos confirmados comecem a aparecer entre os voluntários.

A meta de eficácia de uma vacina para a análise preliminar faz parte do protocolo de cada imunização. Os protocolos de vacinas contra a Covid-19 em desenvolvimento, que costumam ser secretos, foram divulgados pelas empresas americanas Moderna e Pfizer e também pela britânica AstraZeneca.



A chinesa Sinovac não publicou todo o protocolo, mas algumas informações foram reveladas pelo diretor do Butantan, Dimas Covas, em coletivas de imprensa.

Na segunda-feira (21) a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, afirmou que uma vacina contra a Covid-19 com 50% de eficácia seria capaz de ajudar a conter a pandemia. No entanto, a cientista alertou que "uma vacina com menos de 30% talvez não seja muito eficaz". "Não alcançaremos o nível de imunidade pretendido", explicou.

A eficácia de vacinas que fazem parte do calendário oficial brasileiro varia. Na vacina da gripe, por exemplo, que é aplicada anualmente, a taxa varia ano a ano, e não costuma superar a marca de 50%.



Esse valor, no entanto, é diferente do calculado para vacinas ainda em testes, porque a eficácia das imunizações que ainda estão em desenvolvimento pode mudar conforme os testes avançam. Se, no final dos testes da CoronaVac, a proporção de doentes entre o grupo que recebeu placebo aumentar, a eficácia final pode ser maior do que a medida nas análises preliminares, por exemplo.

Meta de eficácia

A Anvisa já autorizou a ampliação do número de voluntários para o estudo da fase 3 da CoronaVac, de 9 mil para 13 mil voluntários.

Segundo Dimas Covas, do Butantan, com o aumento também muda um critério importante. Até agora os voluntários eram só profissionais de saúde em contato com a Covid-19, mas que não tinham tido a infecção. Com a expansão, o grupo de testes terá também profissionais que já pegaram a doença, o que ajudará na pesquisa sobre a possibilidade de reinfecção.



O número de centros participantes do estudo também aumentou de 12 para 16: agora fazem parte unidades de saúde e pesquisa de Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Pelotas (RS) e Barretos, no interior do estado.

Doutora em microbiologia pela USP e divulgadora científica, Natália Pasternak está acompanhando de perto o desenvolvimento das principais vacinas contra Covid-19 no mundo.

A especialista avalia que é possível começar a utilizar a CoronaVac antes do fim da fase 3 do estudo da Sinovac, que está previsto para acabar apenas em outubro de 2021, desde que os resultados da análise preliminar sejam "robustos".

“Em relação a começar a vacinar antes do fim do estudo de fase 3, a Sinovac vai fazer uma análise parcial de eficácia da vacina em novembro e esse uso depende disso. As pessoas que estão no estudo vão ser acompanhadas até o final de outubro de 2021 de qualquer maneira”, explica.



“O que pode acontecer é que na análise parcial de novembro, se os resultados forem muito robustos, se a vacina tiver uma eficácia muito alta, você quebra o estudo, vacina todo o grupo placebo, e daí pode pedir a liberação emergencial da vacina. Com uma boa análise interina você pode pedir liberação pra uso na Anvisa”, completa.

A médica e vice-presidente do Instituto Sabin de Vacinas, Denise Garrett, explica que o estudo da fase 3 que está sendo conduzido no Brasil é essencial para comprovar a eficácia da CoronaVac contra o vírus.

“Como a gente vê eficácia? Na fase 3 são dois grupos: grupo da vacina e o placebo. Ninguém sabe quem está recebendo o quê, os pesquisadores não sabem, nem a pessoa que está participando sabe. Aí essas pessoas, umas que receberam a vacina, outras que não, elas são vacinadas e existe um tempo que a gente tem que esperar para dar a chance delas viverem a vida normal delas e serem, ou não, infectadas”, explica Garrett.



A escolha de profissionais de saúde para os testes no Brasil pode facilitar esta fase, já que o grupo é considerado naturalmente mais exposto ao coronavírus e, por isso, pode demorar menos tempo até que os casos confirmados comecem a aparecer entre os voluntários.

“Quando a gente fala de eficácia a gente tá falando de proteção. A vacina impediu as pessoas de ficarem doentes? Quantas pessoas ficaram protegidas? Nesse sentido não dá pra apressar a fase 3 porque a gente precisa de tempo pra observar os eventos, que são as pessoas ficando doentes. O que você pode fazer pra apressar é aumentar o número de pessoas”, explica Pasternak.
Garrett, do Instituto Sabin de Vacinas, concorda que a fase 3 deve ser feita com cautela e ter seu tempo respeitado.

“É uma fase que não dá para pegar atalho, porque mesmo que você atinja o número total de participantes que você precisa, não é ali que acaba, eu preciso dar um tempo para essas pessoas viverem a vida normal e se infectarem, ou não, porque o meu indicador é este”, explica.



“É preciso ver quantas pessoas ficaram doentes no grupo da vacina, comparado com quantas pessoas ficaram doentes no grupo do placebo. Se eu noto que a maioria dos casos foi no grupo placebo e quase não teve gente doente no grupo vacina, aí eu faço os cálculos e analiso os dados e falo que a vacina realmente protege”, afirma Garrett.

A microbiologista Natália Pasternak esclarece que, caso não sejam verificados casos confirmados de Covid-19 entre os voluntários, seja entre os que receberam placebo ou entre os que foram vacinados, é possível aumentar o número de participantes do estudo – o que o Instituto Butantan já anunciou que deve fazer.

“Se eu esperei 3, 4 meses e ninguém ficou doente, eu preciso esperar mais ou chamar mais gente. Eu preciso ter um número determinado de pessoas que ficaram doentes para comparar os dois grupos, de placebo e de vacina, e ver em qual ocorreu mais [casos confirmados de Covid-19]”, completa.



Efeitos colaterais

Em entrevista coletiva na última quarta-feira (23), o governador afirmou que 94,7% dos mais de 50 mil pessoas que tomaram a vacina na China não apresentaram efeito adverso à Coronavac.

Apesar da divulgação, segundo o Instituto Butantan, os dados ainda não foram publicados em revistas científicas. Para especialistas, a falta de divulgação dos detalhes levados em consideração para os resultados dificulta qualquer análise dos números por outros cientistas.

“Não existe um estudo publicado em uma revista científica mostrando os dados e isso já é a primeira observação que eu faço. Em dados de ensaios clínicos de vacina, é praxe serem publicados os dados até mesmo para que os outros cientistas possam avaliar, possam dar feedback e a gente possa ter a transparência de que existe uma segurança”, disse Denise Garrett, epidemiologista e vice-presidente do Sabin Institute.



Para especialistas, os dados relacionados à segurança da vacina são interessantes e até positivos, mas já era esperado que os efeitos colaterais fossem baixos. Os estudiosos ressaltam que os principais dados que devem ser acompanhados são os que se referem à eficácia da imunização, a qual só pode ser medida na fase 3.

*Com informações de G1.





Leia também

Criança pede visita da Guarda Municipal de Conchal como presente de aniversário de 9 anos

Uma menina que completou 9 anos de idade neste domingo, em Conchal, fez aos pais um pedido um tanto quanto inusitado. Ana Lara pediu como presente de aniversário, a visita da Guarda Municipal de Conchal, em sua festa de aniversário. Os pais Luiz Anthony e Patrícia Gonçalves, telefonaram para os GCMs para saber se era possível atender a solicitação de sua filha. Prontamente e, com muita satisfação ao receberam tamanho privilégio, os GCMs Franco e Assis foram à casa da criança. Ana Lara que é fã da corporação, recebeu presente e muito carinho dos GCMs que fizeram questão de posteriormente fazer postagens de agradecimentos nas redes sociais, pelo carinho sincero recebido pela criança. “Hoje {25} nós da GCM CONCHAL fomos surpreendido com o pedido de um Pai, simples e gratificante, sua filha que nesta data estaria completando 9 aninhos e queria de presente a nossa presença na sua festa de aniversário, Parabéns ANA LARA, que DEUS continue ti abençoando grandemente e ficamos felizes junto

Vídeo - Acidente com 4 carros deixa 3 mortos e 5 feridos em estado grave na rodovia Washington Luís - Câmera de segurança mostra momento do acidente

Um acidente envolvendo quatro carros deixou três mortos da mesma família e cinco pessoas feridas em estado grave, no final da manhã deste sábado (24), no km 213+900 da Rodovia Washington Luís (SP-310), em Itirapina (SP). A Polícia Civil investiga as causas da colisão. Um carro modelo Fiesta, com placas de Três Lagoas (MS), trafegava sentido interior e, por motivos desconhecidos, atravessou a pista, colidindo com outros três veículos que seguiam sentido capital. Segundo o Corpo de Bombeiros de São Carlos, ao atravessar a pista, o Fiesta colidiu com um carro que vinha em sentido contrário e parou de lado na pista, sendo atingido no meio por outro veículo. Um quarto carro colidiu com as partes dos veículos acidentados (veja vídeo abaixo). Maurilio Claros e Freitas Carrega, a sua mulher Maria Aparecida Lins Tesan e o filho do casal, Guilherme Vinícius Carrega, de 13 anos, que estavam no Fiesta morreram no local. Em um veículo Cherry Tiggo, estavam cinco mulheres, que ficaram gravemente f

Menino de 8 anos de idade é atropelado por moto nesta quarta-feira em Conchal

Um menino de 8 anos de idade foi atropelado por uma moto, por volta 13h40min, desta quarta-feira (28), em Conchal. A forma de como teria acorrido o acidente ainda não foi informada, porém segundo relatado pela Guarda Municipal de Conchal, que atendeu a ocorrência, o atropelamento aconteceu na altura do nº 700 da Rua das Angélicas, região central do município. O menino foi socorrido por populares e pelo condutor da motocicleta envolvido no acidente. Segundo a mãe do menino informou aos GCMs, durante todo o tempo o condutor da motocicleta esteve prestando ajuda a vítima. A criança teve escoriações pelo corpo e foi atendida e medicada no Hospital Madre Vannini. A mesma deverá passar por outros exames.   Até o fechamento da ocorrência a vítima permanecia em observação.

Vídeo - Policia Civil prende indivíduo que perseguia mulheres em Conchal - O elemento fantasiava viver um relacionamento amoroso com as vítimas e as perseguia no local de trabalho, ruas e residência

Nesta sexta-feira (23), por volta das 11h, a Policia Civil prendeu um indivíduo de 34 anos de idade, morador do Bairro Jd. São Paulo, município de Conchal/SP, acusado por mulheres do município, de perseguição. Segundo informado pela polícia, o indivíduo fantasiava viver um relacionamento amoroso com as vítimas e as perseguia no local de trabalho, ruas, residência e redes sociais. O elemento possui diversos perfis fakes nas redes sociais, onde colhia informações sobre a vítima, para manter contato. Segundo relatado por uma das vítimas, uma jovem de 20 anos de idade, que registrou queixa na delegacia contra o indivíduo, o mesmo enviava mensagens constantemente através das redes sociais. Quando era bloqueado pela vítima, o elemento criava outro perfil para importuna-la. Não satisfeito, o elemento passava a perseguir a vítima, nas ruas, no trabalho e até mesmo na porta da casa da vítima. Diante da obsessão e risco, o Delegado de Polícia Dr. Luis Henrique Lima Pereira, obteve junto ao P

Nestlé está com vagas abertas para sua unidade na cidade de Araras

Por: Beto Ribeiro A Nestlé é a maior empresa mundial de alimentos e bebidas. Atualmente, tem mais de 2.000 marcas, desde as famosas marcas globais até aquelas favoritas dos consumidores brasileiros. Se você tem interesse em integrar a equipe de colaboradores da empresa, a unidade de Araras (SP), está com vagas em aberto. Para informações e inscrição, acesse aqui o site da Nestlé ( https://corporativo.nestle.com.br ). Há oportunidades, também, em outras localidades. Operação de Máquina II Funções ·        Operar equipamentos de acordo com sua função ou atuar em postos de complexidade similar e seguir todas as instruções; ·        Atender o programa de produção e fabricação dos produtos com qualidade, segurança e respeitando os parâmetros de processos; ·        Solucionar problemas de rotina e/ ou melhorias, compartilhar conhecimento, entender e propor ações para os indicadores tais como ações corretivas, preventivas e acionar cadeia de ajuda, identificar anormalidades e solu

Tudo o que você precisa, em um só lugar

Tudo o que você precisa, em um só lugar
Acesse Amazon

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?
Clique na imagem e nos envie o seu nome e idade

VEJA TAMBÉM

Jovem comete suicídio em Conchal neste domingo (29), um dia após comemorar aniversário

O jovem de aproximadamente 21 anos, morador da cidade de São Paulo, segundo registrado, foi encontrado por uma cidadã conchalense, em uma construção, por volta das 19:10hs, deste domingo (29).   Segundo informações obtidas no local dos fatos pela nossa reportagem e, confirmadas em registro de boletim de ocorrência. Uma cidadã conchalense (Aline), esteve nesta construção, localizada à rua Benedito Novo, no bairro Novo Horizonte, em Conchal, para conhecer o local, onde segundo informações pretendia alugar ou comprar antes mesmo do término da obra.   Chegando ao imóvel em construção, ao entrar em um dos cômodos, a testemunha se deparou com um corpo suspenso, pendurado, enforcado, com uma mangueira em torno do pescoço.   A testemunha acionou a Policia Militar que passava pelo local naquele momento. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a Polícia Cientifica, representada pela perita Mariana, fotógrafo Marco e, a Policia Civil, representada pelo GCM Ivam, que auxilia

Linha com cerol provoca acidente fatal na tarde desta sexta-feira (28) em Conchal

Por volta das 15h40min, desta sexta-feira (28), um homem de 42 anos de idade, morador de Conchal, foi atingido fatalmente por uma linha com cerol, quando passava com sua moto pela Rua dos Battel, próximo a escola Bela Vista, no bairro Esperança 3, em Conchal, SP. Moto da vitima  Segundo testemunhas a vítima ainda conseguiu andar alguns metros, até a esquina com a rua dos Maiochi, lugar onde acabou perdendo os sentidos. O SAMU foi acionado, porém quando chegou ao local foi constatada morte eminente, devido extensa laceração na região do pescoço. A ocorrência ainda está em andamento. A Polícia Militar está no local. O responsável pela linha com cerol que tirou a vida do trabalhador, ainda não foi identificado. Vale lembrar, que a venda e/ou utilização de linha com cerol ou linha chilena, com também é chamada, é crime.     

Polícia Militar liberta homem que seria julgado por ‘tribunal do crime’ e prende 11 pessoas em Conchal

Por: Beto Ribeiro Repórter   Na noite de domingo (20), os policiais militares cabo Barros e soldado Consoni, estavam em patrulhamento de Força Tática pelo município de Araras (SP), quando receberam informações via COPOM, que pela cidade de Conchal (SP), estava ocorrendo um suposto "tribunal do crime", em andamento em um bar, pelo bairro Jardim Esperança III. De imediato, foi realizada uma diligência até o local, com o apoio de outras viaturas.   A informação dava conta de que um rapaz havia sido sequestrado e que estava sendo agredido, e provavelmente seria morto, ainda conforme as informações os envolvidos aumentaram o som do estabelecimento, para que os gritos não fossem ouvidos. O local indicado é o conhecido Bar HM, de propriedade de um indivíduo já conhecido nos meios policiais e o estabelecimento é afamado ponto de tráfico.   Defronte ao bar, havia um porco no rolete sendo feito, sendo que ali estavam três indivíduos, os quais, ao perceberem a chegada das vi

Homem de 23 anos é assassinado nesta quarta-feira (23) com 3 tiros e 6 facadas em Conchal

O crime aconteceu por volta das 20h25min desta quarta-feira (23), à rua Cândida  Battel, no bairro Jardim Peres, em Conchal.   A Guarda Municipal atendeu a ocorrência com o apoio da Policia Militar.   Segundo informações fornecidas por moradores próximo ao local, a vítima Michael Willian Mendes da Silva, 23 anos, foi abordado por pelo menos dois indivíduos encapuzados.   Michael tentou fugir, mas foi golpeado com pelo menos 6 facadas e três tiros, segundo constatado pela Policia Cientifica que esteve no local dos fatos. A polícia investiga o caso.