Novidade!

Fazer bebê arrotar – Importância do arroto e dicas de como ajudar o bebê




No caso dos adultos, o arroto é algo normal, porém um tanto quanto desagradável, ainda mais em público. Já para os bebês isso não é um problema, muito pelo contrário, é muito mais necessário, já que o arroto é uma forma de liberar os gases presos no sistema gastrointestinal. E muitas vezes os pais não sabem bem como reagir a isso e como fazer o bebê arrotar.

Para os pais de primeira viagem, tudo é uma descoberta e muitas dúvidas pairam a suas cabeças. São muitas coisas para se aprender, e como fazer bebê arrotar é uma delas. No caso de recém-nascidos, o arroto não acontece tão naturalmente, devido ao seu sistema digestivo ainda não estar maduro.



Por isso é tão importante que o bebê receba ajuda para liberar esses gases que podem causar dores e desconforto no pequeno. E para isso existem alguns métodos e posições que favorecem a liberação desses gases por meio do arroto.

Sendo assim, hoje iremos aprender mais sobre o arroto e a sua importância, além de aprender como fazer bebê arrotar.



A importância do arroto para os bebês

O famoso arroto nada mais é do que a liberação de bolhas de gases que ficam presos no estômago por meio do esôfago e pela boca. Contudo, esses mesmos gases podem ser liberados por outras extremidades, tendo sons e odores diferentes. No caso dos bebês, é comum que o arroto venha acompanhado de regurgitos.

Não existe um número certo de quantas vezes um bebê deve arrotar ou mesmo se o volume deve ser alto ou baixo. Isso porque cada bebê é único e reage de uma forma diferente a essas questões. No entanto, o que é normal e esperado entre a maioria deles, principalmente os recém-nascidos é que eles precisam de ajuda para arrotar. Até porque para eles isso não acontece com tanta facilidade quanto para crianças maiores e adultos.



E o ato de arrotar é muito importante nessa etapa da vida, uma vez que essas bolhas de gás que ficam presas no estômago do bebê podem causar uma forte sensação de incômodo. Quando eles não liberam esses gases, é comum que eles chorem e se contorçam de dor. No entanto, o choro do bebê serve para anunciar todo tipo de sentimento, seja fome, cansaço, dor e qualquer outra coisa que esteja incomodando.

Sendo assim, o mais indicado segundo a Academia Americana de Pediatria é que o bebê seja colocado para arrotar regularmente após as refeições. Até mesmo quando ele não apresente nenhum desconforto imediato após a mamada.



Os gases

Os bebês recebem esses gases no estômago de três formas: engolindo ar, através da digestão ou por uma reação alérgica ou intolerância alimentar. A primeira é a mais comum, já que quando eles mamam ou ingerem outros líquidos por uma mamadeira, é inevitável que eles engulam um pouco de ar.

Já a digestão, a decomposição de alguns alimentos no intestino grosso através de bactérias naturalmente criam gás que fica no estômago do bebê. E isso vale para os alimentos ingeridos pelo bebê, quanto pela mãe que repassa para ele por meio do leite materno. Os alimentos que tem carboidratos são os mais prováveis de causar esses gases.



E por último, no caso do bebê ter intolerância a algum tipo de alimento da dieta da mãe ou do leite que recebe, o seu corpo pode reagir produzindo mais gases. Os laticínios são os maiores causadores desse tipo de intolerância alimentar em bebês.

Como fazer bebê arrotar

Portanto, como dito anteriormente, os bebês não conseguem arrotar tão facilmente e precisam de ajuda para eliminar os gases presos nos estômago. E então surgem algumas dúvidas: quando colocar o bebê para arrotar, como fazer o bebê arrotar e quais as melhores posições?



Quanto a primeira, a recomendação é colocar o bebê parar arrotar entre os intervalos das refeições e quando ele terminar de se alimentar. No caso, da amamentação, o ideal é colocá-lo para arrotar antes de trocar de seio. Para os bebês que mamam na mamadeira, a recomendação é arrotar a cada 60 ou 90 ml de leite até os seis messes de idade.

As melhores posições para arrotar são aquelas comuns, de colocar o bebê por cima do ombro ou sentado no colo. As duas são favoráveis, mas cada bebê pode ter preferência por uma ou outra. Sendo assim, tente as duas posições para ver qual a melhor para o seu filho.



Então, após colocá-lo na melhor posição para ele, os pais podem ajudá-lo a arrotar. O método mais comum é dar tapinhas leves nas costas do bebê por alguns segundos. Contudo, se o bebê estiver muito agitado isso pode retardar o arroto. Nesse caso, o ideal é repousar o bebê no colo por alguns instantes e tentar novamente em seguida. Outra opção é trocar a posição do bebê, já que isso pode ajudar as bolhas de gás se moverem para uma posição mais fácil de ser liberadas.

*Com informações de R7.




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Lago/Jd das Palmeiras - Após perseguição Polícia Militar prende criminoso e recupera veículo roubado durante patrulhamento em Conchal

Polícia Militar é acionada para conter discussão em um bar de Conchal - Homem carregava duas armas de fogo

Polícia Militar estoura ponto de preparo e distribuição de drogas em Conchal

Conchal Eleições 2020 no F5 – Veja a lista de candidatos a vereador(a) que se inscreveram para participar das entrevistas

Homem procurado da Justiça por estupro é preso em Martinho Prado

Conchal - Ministério Público emite comunicado para que candidatos cumpram as leis de prevenção à disseminação do coronavirus - O Ministério Público Eleitoral alertou que o descumprimento às orientações pode configurar a prática do delito previsto no art.268 do Código Penal

Criminoso rouba estabelecimento comercial após agredir vítima e acaba preso pela PM em Araras, SP

Criança de 3 anos vai parar na UTI após levar picada de escorpião no Jardim São Paulo em Conchal

Policial militar é acionado em acidente com moto e descobre morte de irmão: 'Desespero total'

Todas as Publicações

Mostrar mais