Novidade!

Polícia investiga se houve negligência de madrasta em atropelamento de criança por trem; menino não resistiu




A Polícia Civil investiga se houve negligência ou omissão da madrasta na morte de um menino de 6 anos que foi atropelado por um trem, na última sexta-feira (2). De acordo com os agentes, Otávio Henrique estava sob os cuidados dela.

A madrasta alegou que eles estavam na estação de trem de Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e o menino estava brincando na linha do trem. Ela afirma que chegou a pedir para ele sair de lá, mas ele não a obedeceu.

De acordo com a Polícia Civil, a madrasta chegou a ser presa em flagrante, mas vai responder em liberdade por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O caso foi registrado na 60ª DP (Campos Elíseos).



A família do menino contesta esta versão e alega que Otávio Henrique foi criado próximo à linha e teria saído da linha ao perceber que um trem estava se aproximando.

Segundo informações da Supervia, a criança estava andando pelos trilhos do trem e não percebeu a chegada da composição que vinha no ramal Guapimirim.

A concessionária destacou que, logo depois que tomou conhecimento do acidente, acionou o Corpo de Bombeiros e o Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer).

Otávio foi levado para o Hospital Adão Pereira Nunes, mas não resistiu aos ferimentos.



Alerta de segurança

A Supervia alertou que as normas de segurança dentro das estações devem ser respeitadas para evitar acidentes.

Segundo a concessionária, é proibido que pessoas caminhem na linha férrea, área destinada exclusivamente para a circulação dos trens.

"O respeito à essa regra é imprescindível para evitar acidentes, que colocam em risco a vida de pessoas que acessam a via de forma irregular, além de causar prejuízos à circulação", afirma a nota da Supervia.
Ainda de acordo com informações da Supervia, o trem não consegue frear rapidamente em casos como o de Otávio Henrique. Dependendo da velocidade, a composição ainda pode percorrer uma distância de 60 a 400 metros até parar completamente.

*Com informações de G1.




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Conchal iniciou nesta quinta-feira (21) a vacinação contra a Covid-19

Vagabundo rouba cadeirante e acaba preso em flagrante pela PM em Conchal, SP

Prefeitura de Conchal se prepara para vacinação contra Covid-19 – O F5 entrevistou o diretor do departamento de saúde do município. Wagner Lozano deu mais detalhes sobre esse e outros assuntos relacionados ao setor

Professor pede ajuda após cadelinha ser jurada de morte

Quem são as pessoas que não podem tomar vacina contra covid

Força Tática captura procurado por tráfico de drogas e realiza flagrante de porte Ilegal de arma de fogo durante patrulhamento em Araras, SP

Criança de 10 anos engravida de gêmeos após ser estuprada pelo padrasto, diz polícia

Restaurante Santo Forte faz homenagem à lanchonetes que fizeram parte da história de Conchal

Prefeitura de Conchal inicia obras de manutenção no prédio do Cemec

Governo de SP endurece quarentena, adia volta às aulas e fecha bares, restaurantes e comércio aos finais de semana

Todas as Publicações

Mostrar mais