Postagens

Mostrando postagens de Novembro 7, 2020

Novidade!

Gatinha de rua se aproxima e oferece amor a enfermeiro cansado após 20 dias de plantões

Imagem
A cena é muito fofa, e a história é ainda mais linda. Os profissionais de saúde que trabalham no enfrentamento à pandemia da Covid-19 sabem o quanto o trabalho é desgastante fisicamente e psicologicamente. Não tem sido diferente para o jovem Ahmed Flaty, que sonha em ser enfermeiro e está estagiando em um hospital do Egito, país muito afetado pela pandemia. Depois de 20 dias de trabalho em plantões de 12 horas, ele deu uma pausa no trabalho para relaxar um pouco e acabou ganhando um consolo de uma gatinha de rua. Ahmed ficou sentado na entrada do hospital. A gata se aproximou do rapaz e ofereceu todo o seu amor. Parece até que ela já sabia que ele precisava de carinho e atenção. “Ela se aproximou, não miou nem nada, apenas olhou para mim, subiu para o meu colo, olhou para mim mais um pouco e depois dormiu“, disse o jovem. Foram apenas 15 ou 20 minutos, mas fizeram toda a diferença no dia de Ahmed e ele voltou para o trabalho cheio de energia para cuidar das pessoas que precisam. “Eu es

Casa de repouso instala luvas de proteção para permitir visitas

Imagem
Uma casa de repouso em Sheffield, na Inglaterra, voltou a tomar uma maior precaução com os idosos que recebem visitas por conta da nova onda da pandemia do novo coronavírus. Os parentes estão sendo obrigados a usar luvas com mangas para poder dar as mãos para os residentes através de uma proteção de vidro. O gerente do local, Scott Melville, disse que o equipamento, chamado de "luvas do abraço", permitiu que os residentes tocassem seus familiares pela primeira vez nos últimos meses, transformando as visitas em algo mais especial. Além das luvas do abraço, um espaço chamado "recanto da visita", com uma janela de vidro, foi instalado para que o vírus não seja transmitido pelo ar. Com isso, o contato visual e o toque ficam mais seguros. As autoridades locais disseram que testariam todas as pessoas que vivem em lares de idosos pelo menos uma vez por mês para impedir que o vírus se espalhe e haja um maior controle da doença entre as pessoas do maior grupo de risco. *Com

Pai órfão adota 5 irmãos pra evitar o que aconteceu com ele

Imagem
Um pai que já foi órfão, Robert Carter, decidiu adotar cinco irmãos pra não separá-loa e não acontecer o mesmo que ele. Carter, de 29 anos, é solteiro e passou anos no sistema de adoção de Ohio, nos EUA, sabia muito bem como era perder o contato com a família. Ele entrou no sistema aos 12 anos e somente anos mais tarde, ele se reuniu com sua irmã e irmão mais novos. Adoção Os filhos adotados por Carter, cujos nomes são Marionna, Makayla, Robert, Giovanni e Kiontae, viviam em três lares adotivos separados quando ele recebeu a custódia. “Sr. Carter era o único pai adotivo disposto e capaz de adotar todos os filhos ”, disse a assistente social Stacey Barton à TV WCVB-5 . “Sua história de infância o tornou ciente da importância de manter os irmãos juntos.” Antes da adoção, Carter já estava criando os três irmãos. A responsabilidade era muita para o pai solteiro assumir sozinho, mas Carter estava determinado a manter essas crianças juntas. Nem sempre é fácil. Você pode escolher sua família,

Vaquinha para ajudar criança que comeu marmita envenenada bate mais de R$ 100 mil

Imagem
E com muito emoção, queremos contar para vocês que a vaquinha para ajudar o pequeno Fábio de 11 anos, que comeu marmita envenenada e segue hospitalizado, arrecadou mais de R$ 100 mil em poucas horas! Com o valor da sua vaquinha na VOAA, Flávio que largou suas vendas de churros para cuidar do filho, investirá numa reforma na casa para receber Fabinho, além dos custos com o tratamento e até mesmo no seu negócio para a família ter uma renda. *Com informações de R7.

Criança de 8 anos com distrofia muscular ganha fantasia adaptável

Imagem
Max, um menino de 8 anos de idade, tem distrofia muscular e usa cadeira de rodas. Ele foi surpreendido no fim de semana passado em Rhode Island, nos Estados Unidos, com uma fantasia adaptada para que ele pudesse usar. O modelo foi inspirado em seu personagem de desenho animado preferido, o Stinky, o caminhão de lixo de "The Stinky & Dirty Show", e vem acompanhado de fárois reais e olhos de acrílico. A roupa foi feita por Bonnie Regan, uma voluntária de uma organização sem fins lucrativos chamada Magic Wheelchair, que financiou todo o projeto. "Nossa missão é reunir comunidades para criar momentos inesquecíveis para crianças de todo o mundo, transformando suas cadeiras de rodas em itens mágicos", diz comunicado no site da Magic Wheelchair. *Com informações de R7.

Ex-militar de 70 anos salva seus vizinhos de um incêndio nos EUA

Imagem
Marshall Helm, um veterano de 70 anos que está numa batalha contra o câncer e já defendeu os Estados Unidos na guerra do Vietnã, teve um novo ato heróico ao  salvar seus vizinhos, cuja casa estava em chamas. Gary e Kathy Benjamin tinham um lampião que ficava na garagem e provavelmente o vento o derrubou. Com isso, o fogo se espalhou pela casa. O idoso estava na rua, pois tinha levado sua neta até o ponto de ônibus, quando o motorista apontou para a residência em chamas. Então, Marshall foi em direção aos vizinhos para salvá-los. Para um jornal local, o veterano contou que entrou na casa gritando: “fogo, fogo, vocês têm que sair daqui. Quem está aqui?" Os Benjamins ainda estavam dormindo em seu quarto e acordaram com o som da voz de Helm depois de já terem respirado uma quantidade significativa de fumaça. Confusos e desorientados, eles seguiram o veterano pelo corredor e o trio encontrou a entrada da frente bloqueada por chamas. Então, os três conseguiram escapar pela porta dos fun

Homem chamado de maluco escava canal por 30 anos e leva água a vila seca

Imagem
Um homem que durante décadas foi chamado de maluco, por diariamente escavar sozinho um canal pra levar água para a comunidade indígena, numa região seca, calou a boca de todos e agora recebe aplausos.  (vídeo abaixo) Loungi Bhuiya não se conformava em ver seus filhos e fazendeiros vizinhos deixando Kolithwa, na Índia, em busca de pastagens verdes para os animais em outras cidades. Inspirado no “Homem da Montanha” Dashrath Manjh – que passou 22 anos cavando uma estrada na montanha perto da aldeia Gehlaur de 1960 a 1982 – Loungi Bhuiya começou a cavar um canal de irrigação à mão, até a fonte de água mais próxima, nas colinas de Bangetha. “Eu tinha ouvido falar dele (Manjh) e pensei que se ele pode fazer isso, por que eu não posso?” Bhuiya disse à Al Jazeera. “Todos pensaram que eu estava louco”, contou. A vitória Ninguém ajudou. Ele trabalhou todos os dias com uma pá nas mãos para transformar em realidade o canal, de um metro de largura por um metro de profundidade. Demorou quase 30 anos

Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Todas as Publicações

Mostrar mais