Na 1ª agenda oficial do 2º turno, Haddad visita Lula na cadeia para discutir estratégias. O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) deve ficar em casa



A primeira agenda oficial do candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, vai ser uma visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Lava Jato, que cumpre pena na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. É o primeiro ato de Haddad após receber 29,3% dos votos no Domingo (7) contra 46,1% de Jair Bolsonaro (PSL).



Assim que foi eleito para disputar o segundo turno, Haddad fez questão de agradecer o ex-presidente em agenda pública. Além dele, vão visitar Lula, o secretário de finanças do partido, Emídio de Souza, e Luiz Eduardo Greenhalgh, advogado historicamente ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). 

O encontro deve definir quais as prioridades de Haddad no 2º turno. O PT espera que Lula delibere de dentro da cadeia sobre alianças politicas e quais os rumos de Haddad. 

Um dos pontos que pode ser mudado no 2º turno é o programa de governo, feito sob medida para Lula. Já há grupos petistas quem defendem que ele modere em questões tributárias e reforma da Constituição, entre outros temas. Para petistas ligados ao candidato.

Jair Bolsonaro fica em casa

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) deve ficar em casa, em seu apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 8. Após garantir vaga no segundo turno com 46,1% dos votos, o presidenciável está se comunicando com os eleitores por meio das redes sociais nesta manhã e não tem agenda para o primeiro dia desta fase da campanha.

Bolsonaro não participa de atos de campanha na rua ou de debates de TV desde que sofreu um ataque à faca durante um comício, em Minas Gerais. O caso aconteceu no dia 6 de setembro e o candidato ainda não está totalmente recuperado, pois precisou passar por duas cirurgias após o ferimento.



Depois do resultado da apuração das urnas, Bolsonaro fez uma live agradecendo os votos. Mesmo recebendo a maior quantidade de votos no pleito, o candidato voltou a criticar o sistema de votos por meio da urna eletrônica. Para ele, a eleição poderia ter acontecido ainda no primeiro turno.


Filhos do presidenciável também tiveram bons desempenhos nas votações de domingo. Flávio foi eleito para o senado do Rio de Janeiro e Eduardo foi o mais votado entre os deputados de São Paulo.




Comentários

Leia também...

Veículo atropela jovem com bicicleta em Conchal

Quatro ex-coroinhas denunciam padre Leandro Ricardo por abuso sexual em Araras, SP

Reforma da Previdência - Professores, policiais federais e trabalhadores rurais terão idade mínima igual para homens e mulheres

Rio Tietê transborda após chuva e lixo invade ruas de Salto (SP)

Brasil - Carnaval deve movimentar R$ 6,78 bilhões e gerar 23,6 mil vagas temporárias, prevê CNC

Sinalização do pedágio automático nas rodovias tem readequação

Jovem que teve testa tatuada em 2017 é detido por suspeita de furto em São Bernardo do Campo, SP

PEC 287 - Coronel Elias Miler da Silva, rejeitou chamar essas diferenciações de privilégios, afirmando se tratar de “medidas compensatórias"

Ex-policial militar é morto durante troca de tiros com a PM em Conchal

Conchal - Sua conta de água veio com valores acima do normal? Saiba como proceder

Todas as Publicações

Mostrar mais