Na 1ª agenda oficial do 2º turno, Haddad visita Lula na cadeia para discutir estratégias. O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) deve ficar em casa



A primeira agenda oficial do candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, vai ser uma visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Lava Jato, que cumpre pena na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. É o primeiro ato de Haddad após receber 29,3% dos votos no Domingo (7) contra 46,1% de Jair Bolsonaro (PSL).



Assim que foi eleito para disputar o segundo turno, Haddad fez questão de agradecer o ex-presidente em agenda pública. Além dele, vão visitar Lula, o secretário de finanças do partido, Emídio de Souza, e Luiz Eduardo Greenhalgh, advogado historicamente ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). 

O encontro deve definir quais as prioridades de Haddad no 2º turno. O PT espera que Lula delibere de dentro da cadeia sobre alianças politicas e quais os rumos de Haddad. 

Um dos pontos que pode ser mudado no 2º turno é o programa de governo, feito sob medida para Lula. Já há grupos petistas quem defendem que ele modere em questões tributárias e reforma da Constituição, entre outros temas. Para petistas ligados ao candidato.

Jair Bolsonaro fica em casa

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) deve ficar em casa, em seu apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 8. Após garantir vaga no segundo turno com 46,1% dos votos, o presidenciável está se comunicando com os eleitores por meio das redes sociais nesta manhã e não tem agenda para o primeiro dia desta fase da campanha.

Bolsonaro não participa de atos de campanha na rua ou de debates de TV desde que sofreu um ataque à faca durante um comício, em Minas Gerais. O caso aconteceu no dia 6 de setembro e o candidato ainda não está totalmente recuperado, pois precisou passar por duas cirurgias após o ferimento.



Depois do resultado da apuração das urnas, Bolsonaro fez uma live agradecendo os votos. Mesmo recebendo a maior quantidade de votos no pleito, o candidato voltou a criticar o sistema de votos por meio da urna eletrônica. Para ele, a eleição poderia ter acontecido ainda no primeiro turno.


Filhos do presidenciável também tiveram bons desempenhos nas votações de domingo. Flávio foi eleito para o senado do Rio de Janeiro e Eduardo foi o mais votado entre os deputados de São Paulo.




Comentários

Leia também...

Policia Civil prende seis indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pela onda de crimes acontecidos em Conchal nos últimos meses

Policia Militar e GCM de Conchal apertam o cerco contra o crime e realizam operações em Conchal

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

Relógios se alteraram automaticamente durante a madrugada e confundiram os usuários na manhã deste domingo (21)

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

Sancionada lei que dispensa reconhecimento de firma e autenticação de documento em órgãos públicos

Prefeitura de Conchal segue com recapeamento na Avenida João Paulo II

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

Jovens conchalenses recebem certificados de conclusão do curso da Oficina do Jornalismo F5 (2018)

ETEC abre inscrições para Vagas Remanescentes do 2º Módulo dos cursos técnicos de Administração e Recursos Humanos em Conchal

Todas as Publicações

Mostrar mais