Novidade!

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de coronavírus no Brasil



O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira (26) que está comprovado o caso positivo de coronavírus na capital paulista. Este é o primeiro caso da doença no país e em toda a América Latina.

Além dele, há outros 20 casos em investigação e 59 suspeitas já foram descartadas.

Confira as principais informações:

- Brasil confirmou o primeiro caso de coronavírus no país

- Trata-se de um homem que mora em SP, tem 61 anos, e veio da Itália
Ele está em quarentena domiciliar

- 30 pessoas da família estão sob observação

- Além destes casos, há 20 pacientes em investigação em todo o país
Outros 59 casos foram descartados

- 16 passageiros que estiveram no mesmo voo devem ser postos em observação – alguns podem ter pego conexão e ido para outros destinos

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o paciente com Covid-19 chegou ao país vindo da Itália. Ele estava assintomático e, depois de alguns dias, procurou um serviço de saúde com sintomas respiratórios. Antes, ele havia participado de uma reunião familiar, o que levou o Ministério da Saúde a colocar 30 pessoas que tiveram contato com ele em observação.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, afirmou que ele é hipertenso e que por ter mais de 60 anos está entre os pacientes que apresentam maior risco, mas no caso dele específico, os sintomas são leves e a doença não evoluiu para um quadro mais grave.



O hospital Albert Einstein registrou a suspeita, fez um teste, que deu positivo. O caso foi para o Instituto Adolfo Lutz para contraprova, que foi concluído em três horas, comprovando a infecção por coronavírus. A média de conclusão do exame é de três dias, segundo Mandetta.

Passageiros não ficarão em quarentena



De acordo com o ministro Luiz Henrique Mandetta, os passageiros que estavam no avião com o paciente detectado com Covid-19 não serão postos em quarentena.

Entretanto, 16 passageiros devem ficar em observação: a partir da poltrona onde o paciente viajava, serão monitorados os passageiros dos lados e das duas fileiras à frente e atrás.



"Não existe quarentena porque não existe eficácia nesse tipo de situação", afirmou.

A recomendação é que os passageiros entrem em contato com a companhia aérea e informem o quadro respiratório e o local em que viajaram para que se verifique a proximidade que estavam a este paciente.

Conteúdo: G1




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Prefeitura decreta Estado De Calamidade, porém flexibiliza funcionamento dos comércios em Conchal

Umaflex doa 2900 máscaras para o setor da saúde em Conchal

Presidente sanciona auxílio de R$ 600 para trabalhador informal

30/03/2020 Boletim Coronavirus: Instituto Adolfo Lutz emiti resultado do exame referente a menina de 13 anos e descarta a primeira Suspeita de coronavirus em Conchal

Prefeitura de Conchal cria comitê de crise para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus

Homem é encontrado morto por enforcamento nesta tarde de domingo (29) em Conchal

Prefeitura de Conchal e agricultores realizarão desinfecção em ruas da cidade

Após ler matéria veiculada pelo F5. Família identifica homem que foi encontrado morto por enforcamento neste domingo (29) em Conchal.

Todas as Publicações

Mostrar mais